0

Você não possui itens no carrinho de compras.

Voltar para a Home do Blog

CBDA anuncia seleção para Budapeste-2017

Nicholas Santos (foto: Satiro Sodré/SSPress)

Nicholas Santos pode fazer história em Budapeste – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Como previsto a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos anunciou hoje a convocação da seleção brasileira para as provas de natação do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste-2017 com mais nomes do que o previsto. Inicialmente a CBDA levaria apenas os oito melhores índices técnicos para a competição na Hungria, mas devido aos bons resultados no Troféu Maria Lenk e a promessa de apoio do COB, a entidade dobrou a relação de convocados chegando ao número de 16 atletas.

Hoje aconteceu na sede da CBDA uma reunião entre Ricardo Prado, coordenador geral de esportes, Rômulo Noronha, o coordenador de natação, e Alberto Silva e Fernando Vanzella, respectivamente técnicos-chefes das equipes absolutas masculina e feminina. Em comum acordo eles resolveram aumentar a lista de convocados para incluir atletas que tiveram bom desempenho no Troféu Maria Lenk e com possibilidades de lutar por medalhas em Budapeste.

Felipe Lima teve o melhor índice técnico da equipe que vai ao Mundial - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Felipe Lima teve o melhor índice técnico da equipe que vai ao Mundial – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Um dos novos convocados não atende o requisito inicial na busca por vaga na seleção, que só contaria com atletas que tivessem bons índices técnicos em provas olímpicas: trata-se de Nicholas Santos devido a espetacular performance na final dos 50m borboleta que cravou 22s61, tempo que é o melhor tempo do ano e também melhor marca da história sem auxílio de trajes tecnológicos. A comissão entende que o veterano nadador de 37 anos tem boas chances de subir ao pódio na Hungria e também bater o recorde mundial.

A decisão de aumentar a equipe do Mundial também favorece dois revezamentos bastante competitivos do país. O 4x100m livre do Brasil terá uma equipe forte com Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Bruno Fratus e Cesar Cielo. A soma dos quatro hoje é a segunda melhor marca, atrás apenas dos australianos. A outra equipe que pode fazer um bom papel é o 4x100m medley que terá Guilherme Guido, Felipe Lima ou João Gomes Júnior, Henrique Martins e Gabriel Santos e tem possibilidades de atingir a final. Outro destaque será a volta de Cesar Cielo a seleção depois de ficar fora do time olímpico ano passado. Confira abaixo a lista completa do Brasil:

Joanna Maranhão - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Destaque no Maria Lenk Joanna Maranhão foi convocada – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Convocados
Masculino
50m livre: Bruno Fratus (Internacional) e Cesar Cielo (Pinheiros)
100m livre: Gabriel Santos e Marcelo Chierighini (Pinheiros)
1500m livre: Guilherme Costa (Unisanta)
100m costas: Guilherme Guido (Pinheiros)
100m peito: Felipe Lima (Minas) e João Gomes Júnior (Pinheiros)
200m peito: Thiago Simon (Unisanta)
50m borboleta: Nicholas Santos (Unisanta)
100m borboleta: Henrique Martins (Pinheiros)
200m borboleta: Leonardo de Deus (Unisanta)
400m medley: Brandonn Almeida (Corinthians)

Feminino
50m livre: Etiene Medeiros (Sesi)
200m livre: Manuella Lyrio (Pinheiros)
400m medley: Joanna Maranhão (Unisanta)

Cesar Cielo esta de volta a seleção - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Cesar Cielo esta de volta a seleção – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Comissão técnica
Técnicos: Sérgio Marques (Minas), Alberto Silva (Pinheiros), Tiago Moreno (Pinheiros) e Felipe Domingues (Unisanta)
Médico: Dr. Gustavo Magliocca
Fisioterapeutas: Natan Cunha e Tiago Consenza
Biomecânico: Samie Elias

Por Guilherme Freitas

Deixe um comentário

To Top