0

Você não possui itens no carrinho de compras.

Voltar para a Home do Blog

Maratona Aquática 14 Bis conhece os seus campeões

O pódio feminino da 14 Bis com Catarina Ganzeli ao centro - Foto: Reprodução/Facebook

O pódio feminino da 14 Bis com Catarina Ganzeli ao centro – Foto: Reprodução/Facebook

Artur Pedroza e Catarina Ganzeli conquistaram o título da 50ª edição da Maratona Aquática 14 Bis, uma das mais tradicionais provas de águas abertas e das mais difíceis de ser completada do país. Catarina já havia estado no pódio em 2008 e venceu pela primeira vez, gosto que Artur sentiu em 2015 e agora volta a degustar da vitória. Um resultado que também coroa a boa fase que ambos estão vivendo dentro d’água.

Com 24 km de percurso a travessia reuniu 300 nadadores de diversos estados brasileiros. Entre os presentes alguns estreantes, outros veteranos de edições passadas e muitos campeões que voltavam as águas do Canal de Bertioga buscando mais uma glória. O tempo fechado da manhã de sábado, com muitas nuvens e um pouco de chuva durante o trajeto, não intimidou os nadadores que mantiveram-se focados para a travessia que teve muita corrente contra ao longo do percurso e dificultou um pouco para muitos atletas.

Pódio masculino com Artur Pedroza celebrando a conquista - Foto: Facebook/Reprodução

Pódio masculino com Artur Pedroza celebrando a conquista – Foto: Facebook/Reprodução

Na prova masculina, Artur Pedroza sagrou-se campeão da 14 Bis pela segunda vez. O experiente nadador da equipe Resende Águas Abertas havia sido campeão em 2015 e vice-campeão no ano passado. Pelo terceiro ano seguido ele chegava ao Canal de Bertioga como favorito e com uma ótima estratégia recuperou sua coroa. “Consegui colocar meu plano em prática e deu tudo certo. Pegamos uma correnteza  contra que foi mais constante e que resultou em tempos ais altos para todos os nadadores. Também fique muito feliz pelo fato de outros quatro companheiros da Resende Águas Abertas terem conseguido completar a prova, o que me deixou muito realizado como técnico e atleta”, conta Artur que agradeceu sua família e amigos pelo feito.

O pódio teve ainda outros dois nadadores do estado do Rio de Janeiro, ambos da Equipe Navegantes. Luiz Felipe Lebeis, que semana passada havia sido vice-campeão da Travessia do anal de Ilhabela, terminou a prova na segunda colocação geral e faturou mais um troféu em águas paulistas. Carlos Rosa, seu companheiro de clube, chegou na terceira colocação. Detalhe é que Carlos é atleta paralímpico e há anos vem obtendo bos resultados nas águas abertas. A chegada de Carlos foi eletrizante já que ele disputou braçada a braçada a terceira colocação geral com Catarina Ganzeli que venceu a disputa no feminino.

A nadadora da Unisanta superou Carlos na reta final e além do título na prova feminina, terminou a prova como a terceira melhor atleta entre homens e mulheres. Catarina vem tendo um ótimo ano, com muitas medalhas em provas de águas abertas e participações no Grand Prix da Fina representando a seleção brasileira. A conquista da 14 Bis foi um marco para a carreira da nadadora como ele mesmo definiu.

“Fiz a melhor prova da minha vida. Estava muito consciente e muito plena das minhas estratégias, já que sabia que nadaria boa parte da prova ao lado dos homens. Consegui acompanhar o Artur Pedroza e o Luiz Felipe Lebeis por um tempo, mas acabei cansando e ficando um pouco para tras. No final consegui pegar o vácuo do Carlos Rosa e dar um sprint no final para superá-lo e terminar na terceira colocação geral que foi um feito muito importante pra mim, uma prova realizadora mesmo”, conta a nadadora que em 2008 nadou pela primeira vez a prova quando ficou em terceiro lugar e desde então nunca mais a nadou.

Poster comemorativo da 50ª edição da prova - Foto: Reprodução

Poster comemorativo da 50ª edição da prova – Foto: Reprodução

Ao lado de Catarina estiveram no pódio duas nadadoras de diferentes gerações. Em segundo lugar chegou a jovem Beatriz Pucciarelli, representante da Equipe Navegantes e que nadava a 14 Bis pela primeira vez na carreira e imprimiu um forte ritmo durante boa parte do percurso. Já em terceiro lugar tivemos a presença de uma das maiores nadadoras da prova, a experiente Ana Lícia Maki Sudo da equipe Academia Atlantis que buscava este ano chegar ao pentacampeonato.

Como citado acima foram quase 300 nadadores participantes que fez desta uma das maiores edições de todos os tempos, mostrando que o evento tem tudo para crescer ainda mais nos próximos anos. Os tempos oficiais ainda não foram divulgados, mas Artur Pedroza venceu a prova masculina com 5h09min57s e Catarina com 5h22min23s. A organização da Maratona Aquática 14 Bis disponibilizou todos os resultados oficiais da prova deste sábado em seu site que podem ser acessados aqui.

Por Guilherme Freitas

Deixe um comentário

To Top