0

Você não possui itens no carrinho de compras.

Voltar para a Home do Blog

Rio Negro Challenge: cada vez maior

Ponte-Rio-Negro-Manaus1

No próximo dia 3 de dezembro acontece em Manaus mais uma edição do Rio Negro Challenge, uma das principais provas de águas abertas da região norte do Brasil. O evento terá quatro distâncias a serem disputadas pelos atletas: de 500m (especial para crianças e válida pelo Circuito Curumim), de 1,5 km, de 3 km e a maior delas de 8,5 km que é a tradicional Travessia Almirante Tamandaré que este ano terá como grande atração a participação da tricampeã mundial Ana Marcela Cunha como noticiamos aqui. E desde a primeira edição o evento vem crescendo no número de participantes.

A primeira edição do Rio Negro Challenge foi disputada em 2013. Na ocasião 100 atletas se inscreveram para nadar, entre eles o nadador olímpico Luiz Lima que venceu a prova. No ano seguinte o atual formato de duas etapas por temporada, sendo uma em cada semestre, foi adotado. Na prova de abril 148 participantes caíram nas águas do Rio Negro, número que subiu para 175 nadadores na etapa de setembro. Em 2015 foram registradas as participações de 180 atletas nas travessias. O ano também foi marcado pelo desafio especial de 30 km que contou com a presença de atletas de quatro países diferentes.

Luiz Lima venceu a primeira edição do Rio Negro Challenge em 2013 - Foto: Rafael Sampaio

Luiz Lima venceu a primeira edição do Rio Negro Challenge em 2013 – Foto: Rafael Sampaio

Em 2016 o Circuito Curumim foi adicionado ao programa de prova do Rio Negro Challenge que teve ainda o retorno da Travessia Almirante Tamandaré, ausente no calendário de águas abertas desde 2007. Não bastasse tudo isso o evento contou com a presença de Allan do Carmo que nadou e ganhou os 3 km. O sucesso também se refletiu no número de atletas inscritos: 228 no total, mais do que o dobro da primeira edição. Número que continuou subindo e que na edição de abril deste ano, primeiro evento com inscrições de prova feitas através da SWIM CHANNEL, registrou novamente mais de 200 inscritos.

“Posso dizer com muita responsabilidade que o crescimento deste esporte no Amazonas está provado e que a competição de águas abertas é uma realidade no Amazonas. Temos público, atletas e muita dedicação para continuar com isso. A edição de dezembro, por exemplo, teve recorde de inscrição para a Almirante Tamandaré, com 70 inscritos em 26 dias, e acreditamos que a Maratona e o Circuito vão reunir 320 participantes. São números expressivos, onde estamos abrangendo 18 estados do país, e o crescimento é gradativo. Em abril do ano que vem, já prometemos uma novidade na distância, que vai ser desafiadora. Nosso Rio Negro está disponível para conquistas e histórias”, disse Pierre Gadelha, organizador do evento e sócio da Aquática Amazonas.

Evento terá provas em até quatro distâncias - Foto: SEJEL/Reprodução

Evento vem crescendo a cada temporada – Foto: SEJEL/Reprodução

Além da oportunidade de participar de um evento que obtém melhora de nível técnico  cada ano e cresce no número de participantes, nadar no Rio Negro é uma experiência única para atletas de águas abertas.  O rio tem 2,2 mil km de extensão sendo um dos maiores do mundo e protagoniza o famoso encontro das águas com o Rio Solimões. Devido ao elevado grau de acidez da água, a densidade é muita baixa e impacta diretamente na flutuabilidade do atleta que tem a sensação de estar afundando.

Nadar nestas condições é um ótimo teste para o nadador que procura por novos desafios, além de uma excelente opção para fazer turismo pela região amazônica. Todas as vagas para a Travessia Almirante Tamandaré já foram preenchidas e as inscrições para as provas de 500m, 1,5 km e 3 km estão abertas e podem ser feitas através do site da SWIM CHANNEL clicando aqui.

Colaborou com a reportagem Nathália Silveira

Por Guilherme Freitas

Deixe um comentário

To Top