2018 sem Raia Rápida

Devido a crise econômica brasileira o tradicional evento de velocidade não acontecerá este ano

12/09/2018 - Patrick Winkler

Facebook Twitter
Desafio Raia Rápida - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Desafio Raia Rápida - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Uma das competições mais inovadores do cenário internacional e direcionada para velocistas não será realizada em 2018. O motivo? A crise econômica brasileira.

O evento nasceu de maneira fulminante no ano de 2012, logo após os Jogos Olímpicos de Londres sendo realizado na piscina do complexo Julio de Lamare no Rio de Janeiro. Participaram do evento ícones da natação internacional como Florent Manaudou da França, James Magnussen da Austrália, Josh Schneider dos Estados Unidos e Bruno Fratus do Brasil.

A Effect Sport é a produtora do evento em parceira com a SWIM CHANNEL e também com a Rede Globo de Televisão. Em reunião frequente entre os gestores do evento, a intenção é levar ao publico uma competição com 1 hora de duração de fácil entendimento ao telespectador, além de definir não somente um atleta campeão, mas sim um país campeão.

A partir da segunda edição o evento ficou famoso entre os melhores atletas do mundo. Assim os brasileiros tiveram a felicidade de prestigiar as performances de diversos ídolos como: os norte-americanos Anthony Ervin e David Plummer, os sul-africanos Roland Schoeman e Cameron van der Burg, os italianos Luca Dotto e Fabio Scozolli, o argentino Federico Gabrich, os australianos Christian Sprenger e Matt Targett, além dos melhores atletas do Brasil: João Gomes Jr, Nicholas Santos, Felipe Lima, Gabriel Mangabeira, Guilherme Guido, Felipe França, entres outros velocistas.

O mais interessante foi a coragem dos produtores do evento em produzir uma competição sem favoritos, apenas com os melhores nomes da natação. Para ter uma noção, o Brasil só veio a vencer uma edição do Raia Rápida no ano de 2014.

Confira os campeões ano a ano
Raia Rápida 2012: vencedor Estados Unidos
Raia Rápida 2013: vencedor Austrália
Raia Rápida 2014: vencedor Brasil
Raia Rápida 2015: vencedor Brasil
Raia Rápida 2016: vencedor Brasil
Raia Rápida 2017: vencedor Brasil

Na edição de 2017, novamente veio a inovação e o evento foi realizado no formato misto, com as mulheres nadando costas e borboleta e homens peito e crawl.

No quesito individual o maior vencedor do evento é simplesmente o bicampeão olímpico nos 50m livre Anthony Ervin com três títulos. O Raia Rápida sempre teve fortes patrocinadores entre entres: Embratel, Piraquê, Petrobras, além de fortes marcas esportivas como a Arena.

A intenção dos organizadores do evento é realizar a próxima edição do Raia Rápida no segundo semestre de 2019.

Tags

Anthony Ervin Desafio Raia Rápida Effect Sports natacao Rio de Janeiro TV Globo

Patrick Winkler

Editor-chefe da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas