Roma

A Maratona Aquática 14 Bis se aproxima

Listamos aqui cinco motivos/tópicos sobre a prova, passando sobre a história e tradição do evento até sugestões para de nutrição. Confira!

19/11/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Foto: Satiro Sodré/SSPress
Sugestão de treino para 14 Bis - Foto: Jacqueline Dalia

Sugestão de treino para 14 Bis - Foto: Jacqueline Dalia

Foto: Satiro Sodré/SSPress

No próximo dia 1º de dezembro acontecerá a 51ª edição da mítica Maratona Aquática 14 Bis. Trata-se de uma das maiores provas da história da natação em águas abertas do Brasil e que já revelou e consagrou inúmeros atletas da modalidade. Uma prova que começou com a presença de poucos nadadores na década de 1970 e hoje reúne em média 300 participantes anualmente nas águas do Canal de Bertioga, no litoral paulista, onde acontece a ultramaratona de 24 km.

As inscrições para a edição deste ano seguem abertas através do site da SWIM CHANNEL neste endereço (clique aqui). Elas terminam no próximo sábado dia 24 e no momento esta rolando o terceiro e último lote do evento que não dá direito ao kit para o nadador.

Com largada no Forte São João, em Bertioga e chegada na rampa de acesso da Base Aérea de Santos, a prova normalmente é disputada entre 5 a 11 horas exigindo bastante dos nadadores que adoram disputá-la pela adrenalina e chance de testas seus limites. E isso vale para todo tipo de participante, sejam já os consagrados até os estreantes no desafio. Por isso, listamos aqui cinco motivos/tópicos sobre a prova, passando sobre a história e tradição do evento até sugestões para de nutrição para quem vai cair na água dia 1º. Confira!

 

O pódio feminino da 14 Bis de 2017 com Catarina Ganzeli ao centro – Foto: Reprodução/Facebook

Uma prova estrelada

Poder nadar a 14 Bis é uma oportunidade única para diversos nadadores de águas abertas. Afinal, ao mesmo tempo em que vai se encarar uma das provas mais difíceis do país também se tem a oportunidade de nadar ao lado de grandes nomes da modalidade no país. Ultramaratonistas como Glauco Rangel, Artur Pedroza e Catarina Ganzeli são alguns dos nomes já confirmados para a edição deste ano. Todos atletas vencedores da prova e verdadeiros embaixadores das águas abertas no país.

 

Glauco Rangel é heptacampeão da 14 Bis – Foto: Reprodução

A história da ultramaratona

Ao longo de cinco décadas a Maratona Aquática 14 Bis se transformou em uma das mais importantes do calendário nacional, sendo disputa pelos principais atletas de modalidade. Entre todos os participantes destacam-se dois nomes. Um deles é Glauco Rangel que até hoje detém o recorde de mais títulos alcançados na travessia: sete nos anos de 1998, 2000, 2001, 2002, 2007, 2009 e 2011. O outro é Elaine C. Francisco que chegou a frente, inclusive de todos os homens participantes, nos anos de 1987, 1988, 1990, 1992 e 1993. Duas lendas da prova.

 

A nadadora Thais Sant’Anna – Foto: Reprodução

Recordes e superação de limites

Uma das características da prova é a superação de recordes. As marcas oficiais e que vigoram até hoje foram feitas por Thais Sant’Ana (4h47min16s) e Marcos Campos (4h22min35s) em 2012 quando além do talento da dupla as condições climáticas colaboraram para que a prova corresse sem problemas. Mas vale destacar também que muitas das conquistas pessoais são anônimas de atletas que estão na segunda, terceira ou quarta edição de 14 Bis com apenas um objetivo: ser mais rápido do que no ano anterior independentemente da posição final. E isso já é uma vitória para a grande maioria deles.

 

Sugestão de treino para 14 Bis – Foto: Jacqueline Dalia

Treinando para a prova

A convite da SWIM CHANNEL, Glauco Rangel (heptacampeão do prova) montou uma planilha de treino de três semanas visando a preparação para a travessia focando em atletas de nível intermediário (clique aqui para ler). O técnico e nadador estará mais uma vez presente na competição é um dos favoritos a vitória, vindo motivado pelo recorde na Travessia do Leme ao Pontal em outubro. Uma boa chance para os atletas trocarem algumas ideias com o experiente nadador.

 

14 Bis e a importância da estratégia nutricional – Foto: Reprodução

Sugestão de cardápio nutricional

Também a convite da SWIM CHANNEL, Renê Leite (nutricionista esportivo e também nadador master) publicou aqui no site uma sugestão de cardápio visando a Maratona Aquática 14 Bis. Renê listou tanto alimentos a serem consumidos antes da prova, como também durante e depois da desgastante travessia no litoral paulista. Um plano alimentar que muitos participantes podem adotar e seguir durante suas preparações para o desafio. Clique aqui para ler na integra.

Tags

Águas abertas Associação 14 Bis Glauco Rangel Maratona Aquática 14 Bis natacao ultramaratona aquática

Notícias relacionadas