A melhor do mundo em ação

Eleita como a melhor do planeta pela Fina, Ana Marcela Cunha faz sua estreia no circuito Marathon Swim World Series em busca de mais uma conquista

14/03/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré/SSPress

O ano de 2017 foi mágico para Ana Marcela Cunha. Três medalhas no Campeonato Mundial de Budapeste (sendo um tricampeonato mundial nos 25 km), vice-campeonato na Marathon Swim World Series (antiga Copa do Mundo) e mais um título no Campeonato Brasileiro de Maratona Aquática. E ainda pode ficar melhor, já que a nadadora concorre ao Prêmio Brasil Olímpico do COB como a melhor atleta feminina do país. A temporada passada foi positiva, mas agora já ficou para trás. Ana Marcela já esta focada em ter um 2018 ainda melhor e dará seu pontapé inicial internacional no próximo fim de semana.

A brasileira será uma das atrações da primeira etapa da Marathon Swim World Series que começa seu calendário em Doha no próximo sábado. Vivendo e treinando na África do Sul com seu técnico Fernando Possenti desde o fim do ano passado, ele visa em solo africano uma melhor preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. E os planos estão saindo conforme o planejado, já que a brasileira venceu várias provas de águas abertas no país e chegará a Doha como uma das favoritas a vitória.

Mas ela não será a única brasileira em ação no Oriente Médio. Além de Ana Marcela também nadam a etapa Viviane Jungblut, Allan do Carmo e Fernando Ponte. O trio já caiu na água este ano disputando a primeira etapa do Campeonato Brasileiro em Porto Alegre. Viviane venceu as provas de 5 km e 10 km, enquanto Fernando ganhou os 10 km e dividiu a vitória nos 5 km com Allan. A temporada passada dos três também foi produtiva com bons resultados no Mundial de Budapeste e pódios na Marathon Swim World Series.

A etapa promete ser bastante competitiva já que além do quarteto brasileiro haverá outras estrelas internacionais como os holandeses e campeões olímpicos Ferry Weertman e Sharon van Rouwendaal  e os italianos e atuais campeões do circuito Arianna Bridi e Simone Ruffini. Outro grande destaque será a presença de Gregorio Paltrinieri. O atual bicampeão mundial e campeão olímpico dos 1500m livre esta treinando para conseguir um feito até hoje inédito em Jogos Olímpicos: vencer os 1500m livre e os 10 km na mesma edição olímpica.

Este ano a Marathon Swim World Series terá dez etapas ao longo da temporada e uma premiação maior. Os campeões gerais receberão US$ 38 mil em premiação, os vices US$ 26 mil e os terceiros US$ 18 mil. Confira o calendário completo e o start list aqui.

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Ana Marcela Cunha Fernando Ponte Fina Marathon Swim World Series natacao Viviane Jungblut

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas