Roma

A melhor do mundo em ação

Eleita como a melhor do planeta pela Fina, Ana Marcela Cunha faz sua estreia no circuito Marathon Swim World Series em busca de mais uma conquista

14/03/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré/SSPress

O ano de 2017 foi mágico para Ana Marcela Cunha. Três medalhas no Campeonato Mundial de Budapeste (sendo um tricampeonato mundial nos 25 km), vice-campeonato na Marathon Swim World Series (antiga Copa do Mundo) e mais um título no Campeonato Brasileiro de Maratona Aquática. E ainda pode ficar melhor, já que a nadadora concorre ao Prêmio Brasil Olímpico do COB como a melhor atleta feminina do país. A temporada passada foi positiva, mas agora já ficou para trás. Ana Marcela já esta focada em ter um 2018 ainda melhor e dará seu pontapé inicial internacional no próximo fim de semana.

A brasileira será uma das atrações da primeira etapa da Marathon Swim World Series que começa seu calendário em Doha no próximo sábado. Vivendo e treinando na África do Sul com seu técnico Fernando Possenti desde o fim do ano passado, ele visa em solo africano uma melhor preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. E os planos estão saindo conforme o planejado, já que a brasileira venceu várias provas de águas abertas no país e chegará a Doha como uma das favoritas a vitória.

Mas ela não será a única brasileira em ação no Oriente Médio. Além de Ana Marcela também nadam a etapa Viviane Jungblut, Allan do Carmo e Fernando Ponte. O trio já caiu na água este ano disputando a primeira etapa do Campeonato Brasileiro em Porto Alegre. Viviane venceu as provas de 5 km e 10 km, enquanto Fernando ganhou os 10 km e dividiu a vitória nos 5 km com Allan. A temporada passada dos três também foi produtiva com bons resultados no Mundial de Budapeste e pódios na Marathon Swim World Series.

A etapa promete ser bastante competitiva já que além do quarteto brasileiro haverá outras estrelas internacionais como os holandeses e campeões olímpicos Ferry Weertman e Sharon van Rouwendaal  e os italianos e atuais campeões do circuito Arianna Bridi e Simone Ruffini. Outro grande destaque será a presença de Gregorio Paltrinieri. O atual bicampeão mundial e campeão olímpico dos 1500m livre esta treinando para conseguir um feito até hoje inédito em Jogos Olímpicos: vencer os 1500m livre e os 10 km na mesma edição olímpica.

Este ano a Marathon Swim World Series terá dez etapas ao longo da temporada e uma premiação maior. Os campeões gerais receberão US$ 38 mil em premiação, os vices US$ 26 mil e os terceiros US$ 18 mil. Confira o calendário completo e o start list aqui.

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Ana Marcela Cunha Fernando Ponte Fina Marathon Swim World Series natacao Viviane Jungblut

Notícias relacionadas