A primeira vez nos 21 segundos

Bruno Fratus atingiu o número 60 vezes nadando abaixo dos 22 segundos. Mas você se lembra da primeira?

19/06/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Bruno Fratus - Foto: Satiro Sodré/SSPress
Bruno Fratus - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Bruno Fratus - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Bruno Fratus - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Na disputa da etapa de Monte Carlo do Circuito Mare Nostrum, Bruno Fratus atingiu uma marca histórica nos 50m livre. No principado de Mônaco o brasileiro tornou-se o nadador que mais vezes completou a distância abaixo dos 22 segundos em todos os tempos. Foram ao todos 60 ocasiões em que o velocista tocou a placa e observou o número 21 bem ao lado de seu nome no placar. Mas para tudo nesta vida há uma primeira vez. Então fica aqui a pergunta: você se lembra de quando foi a primeira vez que Fratus nadou os 50m livre na casa dos 21 segundos?

O debute do velocista neste seleto grupo aconteceu em 5 de maio de 2009. Era o tempo dos trajes tecnológicos e naquele dia o jovem de 19 anos nadou a final da prova no Troféu Maria Lenk na raia 6 e faturou a medalha de bronze. A sua frente apenas Cesar Cielo e Nicholas Santos que no ano anterior haviam nadado a distância nos Jogos Olímpicos de Pequim. Fratus fez uma grande prova nadando forte o tempo todo e buscando apertar Nicholas. No fim saiu satisfeito com a marca de 21s91, seu primeiro 21.

Bruno Fratus – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Desde então nadar os 50m livre para 21 segundos passou a ser uma rotina para Fratus. Ainda em 2009 nadou outras três vezes abaixo dos 22 segundos e nos anos seguintes continuou mantendo uma alta frequência. É de Fratus inclusive a melhor marca brasileira sem o uso de trajes tecnológicos na prova: 21s27, tempo que lhe deu a medalha de prata no último Campeonato Mundial em Budapeste.

O Mare Nostrum de Monte Carlo ainda teve outro resultado bem expressivo. O ucraniano Andriy Govorov ficou muito perto do recorde mundial dos 50m borboleta. Para ser mais preciso apenas dez centésimos. Com 22s53 o nadador, treinado pelo brasileiro Arilson Silva, não só estabeleceu a quinta melhor marca da história como também teve o melhor índice técnico de todo o circuito.

Tags

50m livre Bruno Fratus Circuito Mare Nostrum natacao

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas