Alexandre Kirilos conquista o Canal de Bonifácio

Nadador paranaense completou os 20 km da travessia na semana passada e é o primeiro brasileiro a concluir o desafio

01/07/2019 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
O nadador Alexandre Kirilos - Foto: Arquivo pessoal
O nadador Alexandre Kirilos - Foto: Arquivo pessoal

O nadador Alexandre Kirilos - Foto: Arquivo pessoal

O nadador Alexandre Kirilos - Foto: Arquivo pessoal

O paranaense Alexandre Kirilos tornou-se no último dia 26 de junho, o primeiro brasileiro a completar com sucesso a Travessia do Canal de Bonifácio, prova de 20 km no Mar Mediterrâneo, que liga as ilhas de Córsega na França a ilha de Sardenha na Itália. O ultramaratonista completou o desafio em 4h43min, tornando-se também o primeiro sul-americano a concluir o percurso.

“A água estava um pouco fria ainda, por vota de 17°C e decidimos em uma reunião com o capitão do barco (Tommaso) e com um dos organizadores (Pat Tomada), uma estratégia de sair a tarde por volta das 15h para eu pegar uma temperatura um pouco mais quente, por volta de 19°C. Normalmente o desafio é realizado pela manhã. Estava ciente de que para eu não pegar noite e uma temperatura ainda mais fria novamente, eu teria que finalizar a prova em torno de 5h30”, comentou o nadador.

No último quarto da prova Kirilos pegou uma correnteza lateral forte, o que fez com ele nadasse com mais força ainda para manter a rota de chegada. “Segundo o capitão do barco isso aumentou em mais ou menos duas milhas o meu nado. Mas graças a Deus a estratégia deu certo! Finalizei a prova na pedra da Praia de Rena Biana, na Sardenha. Quem ficou responsável, no barco, pela minha hidratação e por me passar as informações do meu nado, foi a minha esposa, Aurélia”, disse.

A logística da Travessia do Canal de Bonifácio funciona como a Travessia do Canal da Mancha. O atleta precisa contratar um barco de escolta da organização (Bocche Bonifacio Swimming) e aguardar a janela para a realização do desafio. A brasileira, radicada em Dubai, Alessandra Cima foi a primeira mulher sul-americana a completar o  desafio.

Aos 50 anos, Alexandre Kirilos tem vasta experiência em águas abertas. É nadador desde os seis anos de idade e há quase 14 se dedica à maratona aquática. Dentre suas maiores conquistas está o Canal da Mancha, considerada uma das travessias mais difíceis do mundo que tem aproximadamente 34 km de percurso.

Kirilos enfrentou a prova solo em 2015 e em 2017 foi o líder da equipe de revezamento Team Brazil 2017. Em 2016 ele nadou a tradicional Travessia de Capri-Nápoli na Itália e em 2017 completou a maior prova de águas abertas do Brasil, a Travessia do Leme ao Pontal. Este ano se tornou o recordista da Travessia do Arvoredo sem o uso da roupa de neoprene.

”Gratidão a minha família, minha esposa, meus patrocinadores, amigos que adquiriam as rifas, as toucas e as camisetas e a todos que torceram. Pode ter certeza que cada um de vocês tem uma grande parcela nessa conquista. O lugar é belíssimo, porém com condições bem instáveis e um mar bastante traiçoeiro. Obrigado a todos”, concluiu o nadador.

Tags

Águas abertas Alexandre Kirilos Canal de Bonifacio natacao ultramaratona

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas