Allan do Carmo e Victor Colonese no Mundial

Dupla garante vaga após a etapa de Doha da FINA Marathon Swim World Series; Ana Marcela Cunha vence a maratona feminina

16/02/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Allan do Carmo - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Allan do Carmo - Foto: Satiro Sodré/SSPress

O Brasil conheceu hoje de manhã seus dois representantes nas provas masculinas no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju e nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Após a etapa inaugural da temporada 2019 da Fina Marathon Swim World Series, Allan do Carmo e Victor Colonese garantiram vaga na seleção.

Os dois foram os melhores brasileiros colocados na prova de 10 km disputada na Baía de Doha, no Catar. Além de Allan e Colonese, Diogo Villarinho e Fernando Ponte também estavam na disputa por uma vaga nas seleções do Mundial e do Pan-Americano. Para definir as equipes a CBDA resolveu que os dois melhores colocados em Doha seriam os selecionados.

Allan do Carmo – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Melhor para os baianos. Mais experiente do quarteto, Allan foi o melhor colocado terminando a forte maratona na 17ª colocação com o tempo de 1h52min41s2. Com esse resultados Allan garantiu vaga para seu décimo Campeonato Mundial. Já Colonese chegou um pouco depois em 26º lugar com a marca de 1h52min49s6 e disputará em Gwangju seu quarto Campeonato Mundial. Diogo Villarinho terminou a prova de 10 km em 29º lugar (1h52min52s2) e Fernando Ponte foi o 46º colocado (1h53min59s3).

O vencedor da etapa de Doha foi o alemão Florian Wellbrock, que com o tempo de 1h52min21s6 começa a temporada 2019 da Marathon World Series na liderança do ranking geral. Em segundo lugar chegou o húngaro Kristof Rasovzky com 1h52min22s8 e em terceiro o americano Jordan Wilimovsky com 1h52min24s4. Destaque para o campeão olímpico dos 1500m livre, Gregorio Paltrinieri que neste ciclo olímpico vem se dedicando as águas abertas e fechou em quarto lugar.

Victor Colonese – Foto: Satiro Sodré/SSPress

 

Ana Marcela vence no feminino

Na prova feminina a vitória foi brasileira. Ana Marcela Cunha brilhou nas águas da Baía de Doha e não deu chance para as adversárias para faturar sua primeira vitória em 2019 com a marca de 2h03min51s5 adotando uma nova estratégia inspirada em Thomas Lurz. “Estou muito feliz pela prova e pelo resultado. Nas provas do ano passado procurava começar um pouco mais devagar, para crescer no final e hoje resolvi sair mais forte desde o início. Algo que o Lurz fazia muito bem e que me inspirou a tentar aqui”, disse a nadadora ao site da FINA. Esta foi a 43ª medalha de Ana Marcela na história da competição e a 20ª de ouro, que a fazem ser a mais premiada do evento em todos os tempos.

Em segundo lugar chegou a australiana Kareena Lee com 2h03min52s0 e em terceiro a italiana Rachele Bruni com 2h03min53s0. Viviane Jungblut foi a outra brasileira na prova e ficou distante das primeiras colocações fechando os 10 km em 33º lugar com 2h04min52s6 de prova. Ana Marcela e Viviane já estavam convocadas para a seleção brasileira que disputará o Mundial de Gwangju e o Pan-Americano de Lima.

Ana Marcela Cunha – Foto: Satiro Sodré/SSPress

A próxima etapa da FINA Marathon Swim World Series será no dia 12 de maio em Seychelles, um pequeno país insular localizado na costa oriental da África e considerado um dos lugares mais bonitos do mundo com praias paradisíacas.

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Ana Marcela Cunha Fina FINA Marathon Swim World Series natacao Victor Colonese

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas