Allez les bleus: a seletiva olímpica francesa

29/03/2016

Facebook Twitter

Montpellier, a história viva nas ruas da França. Palco, a partir desta terça-feira, dos que serão os mais importantes atletas das piscinas a representar as cores azul, branca e vermelha no Rio de Janeiro em agosto. Até o dia 3 de abril, a cidade receberá a seletiva francesa da seleção olímpica de natação, com a expectativa de ver o atual campeão olímpico Florent Manaudou conquistar a vaga, com o perdão do termo, com os pés nas costas.

Na propaganda, alguns rostos bem conhecidos pelo país que tem cultura poliesportiva: louvam, aplaudem e incentivam os esportes considerados por muitos como “amadores” no Brasil. Camille Lacourt, Yannick Agnel, Jérémy Stravius, Fabien Gilot e Charlotte Bonnet. De fundo, as cores verde e amarela da bandeira brasileira, e a sombra do Corcovado.

Com um dos mais fortes times de natação masculina mundial recente, a França tem duas estrelas como centro das atenções da imprensa local: o multiatleta e referência mundial da velocidade desde os Jogos de Londres, Florent Manaudou, e Jérémy Stravius, o homem que bateu os grandes nos 200m livre no Golden Tour francês, no início do mês.

Florent Manaudou, 25 anos: É tido como vaga garantida no Rio. Talvez nem ele mesmo considere a possibilidade de ficar fora dos 50m livre. Depois dos 47s98 que fez nos 100m livre no final do ano passado, apostará também na prova para a seletiva. O objetivo? Nadar para 47s5.

Jérémy Stravius, 27 anos: Campeão olímpico nos 4x100m livre, o seu destaque veio nos 200m, no Golden Tour, quando ficou à frente de James Guy, Paul Biedermann e Yannick Agnel. Embora sua marca na ocasião, 1m47s65, não esteja entre os primeiros do ranking mundial, sonha com o ouro olímpico. Simples assim.

Jérémy Stravius, a esperança dos 200m livre - Foto: Reprodução

Jérémy Stravius, a esperança dos 200m livre – Foto: Reprodução

Camille Lacourt , 30 anos: Não deve ter grande dificuldade de se classificar nos 100m costas. O obejtivo, após a vaga, é chegar ao pódio olímpico, depois de ter ficado em 4º lugar em Londres.

Fred Bousquet, 34 anos: Será o possível encerramento da carreira vencedora do francês. Visa a sua quarta Olimpíada, mesmo longe de competições internacionais desde 2013, lutando contra lesões. Colocará todas as suas fichas em apenas uma aposta: a segunda vaga dos 50m livre, no último dia de competição.

Fred Bousquet - Foto: Thierry Zoccolan/AFP

Fred Bousquet – Foto: Thierry Zoccolan/AFP

Mehdy Metella, 23 anos: Dono do recorde francês dos 100m borboleta, feito em Kazan, no ano passado, precisará melhorar para criar perigo aos adversários. Mas a vaga é próxima. Na Rússia, acabou na quinta colocação da prova individual, porém saiu com duas medalhas. Ouro nos 4x100m livre e o bronze nos 4x100m medley.

Yannick Agnel, 23 anos: Não estava em Kazan, no ano passado, com um problema de saúde, e ainda não mostra o mesmo ritmo de sua época de campeão olímpico. Contará com concorrência interna forte para tentar a classificação.

Fabien Gilot, 31 anos: Outro veterano do time francês, a ideia não é só colaborar para outro título olímpico do revezamento 4x100m livre, mas também conseguir um bom desempenho nos 100m livre. A ideia é nadar na casa de 48s1. Será que o capitão tricolor consegue?

Fabien Gilot - Foto: Divulgação

Fabien Gilot – Foto: Divulgação

Charlotte Bonnet, 21 anos: Uma das poucas referências femininas da França atualmente, a jovem nadadora já conta com experiência para tentar liderar as atletas dos bleus nos 100m e 200m livre.

Confira o programa da competição em Montpellier, com eliminatórias pela manhã e finais à tarde.

Terça-feira, 29 de março
400m medley feminino
200m medley masculino
100m borboleta feminino
1500m livre masculino

Quarta-feira, 30 de março
400m livre feminino
200m peito masculino
100m peito femino
200m livre masculino
100m costas feminino

Charlotte Bonnet - Foto: Federação Francesa de Natação

Charlotte Bonnet – Foto: Federação Francesa de Natação

Quinta-feira, 31 de março
200m borboleta masculino
200m borboleta feminino
200m costas masculino
50m livre feminino
400m medley masculino

Sexta-feira, 1º de abril
200m peito feminino
100m peito masculino
200m livre feminino
100m livre masculino

Sábado, 2 de abril
400m livre masculino
200m medley feminino
100m costas masculino
800m livre feminino

Domingo, 3 de abril
200m costas feminino
100m borboleta masculino
100m livre feminino
50m livre masculino

Por Mayra Siqueira

Tags

Florent Manaudou Jogos Olímpicos natacao Rio-2016 seletiva francesa