Ana Marcela Cunha classificada para Tóquio-2020!

Brasileira termina os 10 km na 5ª colocação e garante vaga para sua terceira Olimpíada; Viviane Jungblut fica em 12º lugar

13/07/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Ana Marcela Cunha - Foto:  Satiro Sodré
Ana Marcela Cunha - Foto:  Satiro Sodré

Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré

Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré

Os esportes aquáticos do Brasil conheceram sua primeira representante nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 na noite deste sábado, manhã de domingo na Yeosu Expo Ocean Park, na Coreia do Sul, onde ocorreu a prova de 10 km feminino válida pelo Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos. Ana Marcela Cunha terminou a maratona aquática na quinta colocação e garantiu automaticamente sua vaga para os Jogos de Tóquio. Será a terceira Olimpíada da nadadora que esteve muito próximo da vitória até os metros finais.

Ana Marcela sempre nadou no pelotão das líderes e nos últimos 600 metros chegou a duelar com a então líder Aurelie Muller pela ponta. Porém, uma enxurrada de nadadoras surgiu e a brasileira acabou ficando presa no meio do bolo de atletas que lutava por um lugar no top 10. Isso acabou impossibilitando que a baiana tentasse sair do olho do furacão e buscasse uma nova rota.

Ana Marcela Cunha – Foto: Satiro Sodré

Mesmo assim Ana Marcela tocou o pórtico de chegada em 1h54min50s5, concluindo a maratona na quinta colocação. Um resultado que teve gosto doce e amargo para a brasileira. Doce porque lhe garantiu um lugar na próxima Olimpíada, mas amargo pelo fato de ver uma chance de medalha escapar nos metros finais. Bastante competitiva, a nadadora não estava satisfeita com seu resultado ao fim da prova como disse a reportagem do Sportv. Ela também descreveu que ter ficado no meio das nadadoras prejudicou sua chegada. De qualquer forma ela ainda tem os 5 km e 25 km pela frente.

Viviane Jungblut foi a outra brasileira na prova. A jovem nadadora fez uma prova espetacular. Começou um pouco atrás, mas foi crescendo a cada parcial e na metade final da maratona esteve sempre no top 10 lutando por um lugar em Tóquio. Porém, a nadadora também sofreu com o forte sprint das concorrentes e terminou na 12ª colocação com o tempo de 1h54min51s9, apenas oito décimos da vaga. Como Ana Marcela terminou entre as dez primeiras, Viviane agora não tem mais chances de ir aos Jogos (entenda como funciona a classificação olímpica das águas abertas aqui). Porém, o resultado a deixa motivada para os 5 km onde poderá lutar pela medalha.

Ana Marcela Cunha e Viviane Jungblut concedem entrevista – Foto: Satiro Sodré

Chinesa é campeã mundial
Quem assistiu a prova até a metade e em seguida desligou a TV porque precisou sair não vai acreditar que Xin Xin venceu a maratona de 10 km. A chinesa fazia uma prova tímida, estado boa parte fora do top 30. Porém, na última volta ela apertou o ritmo e com um fortíssimo sprint alcançou o pelotão da líderes. Não satisfeita ela acelerou ainda mais e para superar as adversárias e assumir a liderança há poucos metros do pórtico de chegada. Com o tempo de 1h54min47s2 Xin tornou-se a primeira chinesa campeã mundial de águas abertas.

Ao seu lado no pódio estava a americana Haley Anderson, que terminou com a medalha de prata e a italiana Rachele Bruni, bronze. Haley esteve sempre entre as primeiras colocadas, chegando a liderar parte da prova e concluiu a maratona em 1h54min48s1. Já Rachele fez uma prova semelhante a de Xin, crescendo na reta final e superando as primeiras colocadas com um fortíssimo sprint para ir ao pódio em 1h54min49s9 de prova.

Xin Xin e Ana Marcela Cunha se cumprimentam – Foto: Satiro Sodré

Mas talvez ninguém esteja mais frustada do que a Aurélie Muller. A francesa, que buscava seu tricampeonato mundial na distância, estava a liderança da prova quando foi atacada por todos os lados nos últimos 500 metros e caiu para a 11ª colocação. A posição ainda lhe daria chance de uma repescagem para Tóquio-2020, mas com a quarta colocação de sua compatriota Lara Grangeon ela esta fora dos Jogos Olímpicos e perde a chance de tentar dar a volta por cima após ter sido desclassificada no Rio-2016 e perder sua medalha.

Com os resultados dos 10 km do Mundial de Gwangju estão classificadas para os Jogos Olímpicos as nadadoras: Xin Xin (China), Haley Anderson (EUA), Rachele Bruni (Itália), Lara Grangeon (França), Ana Marcela Cunha (Brasil), Ashley Twichell (EUA), Kareena Lee (Austrália), Finnia Wunram (Alemanha), Leonie Beck (Alemanha) e Sharon van Rouwendaal (Holanda). Na seletiva olímpica, que acontecerá ano que vem na cidade japonesa de Fukuoka, estarão em disputas as demais 15 vagas, sendo uma para a melhor japonesa, mais cinco para as melhores de cada continente e outras nove vagas restantes por colocação. Clique aqui para ver o resultado completo da prova.

Viviane Jungblut – Foto: Satiro Sodré

A próxima prova de águas abertas será os 10 km masculino disputada na próxima segunda-feira (15) a partir das 20h no horário de Brasília (terça-feira dia 16 as 8h no horário sul-coreano). A prova também vale vaga nos Jogos de Tóquio e o Brasil terá dois nadadores na disputa: Allan do Carmo e Victor Colonese.

Tags

Águas abertas Ana Marcela Cunha Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos Gwangju-2019 natacao Viviane Jungblut Xin Xin

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas