Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo vencem em Copacabana

Com condições climáticas desfavoráveis prova de maratona aquática do Troféu Brasil consagrou a dupla de nadadores baianos

15/04/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré/SSPress
Allan do Carmo - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Allan do Carmo - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Ana Marcela Cunha - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Teve início nesta manhã na Praia de Copacabana o Troféu Brasil 2018. E Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo foram os grandes campeões da primeira prova do evento. A principal competição da natação brasileira começou nas águas olímpicas de Copacabana com uma maratona aquática de 10 km que foi seletiva para três campeonatos internacionais: Campeonato Pan-Pacífico, Jogos Sul-Americanos do ODESUR e Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos. Foi montado um circuito de 2,5 km onde os atletas precisavam completar quatro voltas até totalizar a distância definitiva. E com tanta coisa em jogo já era de se esperar uma grande prova com muitas disputas.

Devido as más condições climáticas, com chuva e neblina, o corpo de bombeiros solicitou que a largada fosse adiada em alguns minutos em prol da segurança dos atletas. Com quase uma hora de atraso finalmente os nadadores foram autorizados a partir. Primeiro saíram os homens e minutos depois as mulheres. No início os atletas sentiram um pouco das condições do mar que tinha temperatura média entre 21°C e 23°C e estava um pouco mexido. Durante toda a prova o tempo oscilou, ora chovia, ora parava. E foi assim até o final.

Para triunfar em Copacabana Ana Marcela Cunha adotou uma estratégia diferente de Sharon van Rouwendaal. Enquanto a campeã olímpica começou forte, sempre liderando a disputa desde a primeira volta, Ana Marcela preferiu fazer uma prova mais conservadora, poupando energia para os quilômetros finais. E a tática deu certo com a nadadora da Unisanta crescendo no momento certo para ultrapassar a holandesa e faturar uma bela vitória. Uma estratégia similar a adotada na prova de 10 km no Mundial de Budapeste quando ela sempre esteve próximas líderes e apertou o ritmo na reta final. O resultado também a garantiu na seleção brasileira que vai ao Pan-Pacífico. Terceira colocada, Viviane Jungblut também esta classificada para a competição em Tóquio.

Na prova masculina a disputa foi mais acirrada e disputada como muitos nadadores brigando braçada a braçada pela vitória. Alexandre Finco, Diogo Villarinho, Luis Gustavo Barros, Fernando Ponte, Victor Colonese e Allan do Carmo oscilaram durante quase todo o percurso na liderança da competição dividindo entre si a liderança ao longo das quatro voltas. No último giro porém, a experiência fez a diferença e Allan do Carmo superou seus rivais para vencer a prova e consequentemente garantir vaga na seleção brasileira que disputará em agosto o Pan-Pacífico. Seu parceiro em Tóquio será Victor Colonese da Unisanta, que acabou em segundo lugar. Luis Gustavo Barros, do Grêmio Náutico União, terminou a prova na terceira colocação geral.

Os resultados completos da maratona aquática estão disponíveis na página oficial do Troféu Brasil que você pode conferir clicando aqui. As disputas na piscina começam na terça-feira no Parque Aquático Maria Lenk.

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Ana Marcela Cunha CBDA natacao Praia de Copacabana Troféu Brasil

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas