Ana Marcela Cunha e Prêmio Brasil Olímpico: agora vai?

26/11/2015

Facebook Twitter

Mais uma vez o nome de Ana Marcela Cunha aparece entre as finalistas do Prêmio Brasil Olímpico, o evento de gala que o Comitê Olímpico do Brasil (COB) organiza anualmente ao fim da temporada e elege os melhores atletas do ano das modalidades olímpicas. A nadadora baiana é uma figurinha carimbada na história do prêmio e em 2015 disputará a honraria pela terceira vez. Tentará enfim conquistar um título que ainda falta a seu belo currículo no próximo dia 15 de dezembro, no Teatro Bradesco, no Rio de Janeiro.

Nas edições anteriores Ana Marcela foi indicada duas vezes. A primeira em 2010, quando conquistou a medalha de bronze na prova dos 5 km do Mundial de Roberval e sagrou-se campeã da Copa do Mundo de águas abertas da Fina, porém, acabou sendo superada por Fabiana Murer, campeã mundial indoor naquele ano. Ano passado Ana Marcela voltou a ser finalista do prêmio graças a seu tricampeonato na Copa do Mundo da Fina. Novamente bateu na trave, pois o COB elegeu as velejadoras e campeãs mundiais Martine Grael e Kahena Kunze como a melhores da temporada.

Agora Ana Marcela tem boas chances de levar esse prêmio inédito. O ano de 2015 foi marcado por muitas conquistas. No Campeonato Mundial de Kazan ela ganhou três medalhas, uma de cada cor: ouro nos 25 km, prata nos 5 km por equipe e bronze nos 10 km. Além disso, venceu algumas das etapas da Copa do Mundo da Fina e ainda conquistou a vaga para disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

 

Ana Marcela Cunha no Prêmio Brasil Olímpico 2014 - Foto: Satiro Sodre/SSPress

Ana Marcela Cunha no Prêmio Brasil Olímpico 2014 – Foto: Satiro Sodre/SSPress

 

Este ano a nadadora vai concorrer contra a saltadora Fabiana Murer e a dupla do vôlei do praia Ágatha e Barbara. Fabiana Murer conquistou duas medalhas de prata de nível internacional no salto em altura, nos Jogos Pan-Americanos de Toronto e no Campeonato Mundial de Pequim. Já Ágatha e Barbara foram campeãs do Mundial disputado na Holanda.

Ana Marcela já foi eleita a melhor atleta de águas abertas em cinco ocasiões: 2008, 2010, 2012, 2014 e agora 2015. Além da premiação final do COB ela concorre ao prêmio atleta da torcida que vai premiar o atleta mais popular entre os internautas, premiação onde também participa Thiago Pereira. A votação acontece na página oficial do COB no Facebook e pode ser conferida aqui. As chances de enfim ser coroada com o Prêmio Brasil Olímpico são boas e esperamos que mais uma representante dos esportes aquáticos tenha a honra de ser eleita a melhor do Brasil.

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Ana Marcela Cunha COB Comitê Olímpico do Brasil Prêmio Brasil Olímpico Rio-2016