Anthony Nesty: o primeiro negro campeão olímpico de natação

Medalha conquistada em uma final eletrizante em Seul-1988 é também a única de ouro do Suriname na história dos Jogos

06/03/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Anthony Nesty - Foto: Simon Bruty/Getty Images
Anthony Nesty - Foto: Reprodução/COI

Anthony Nesty - Foto: Reprodução/COI

Anthony Nesty - Foto: Simon Bruty/Getty Images

Anthony Nesty estará para sempre na história da natação. Em 1988, nos Jogos Olímpicos de Seul, na Coreia do Sul, o surinamês derrotaria o grande favorito Matt Biondi por apenas um centésimo na final dos 100m borboleta e se tornearia o primeiro nadador negro a conquistar uma medalha de ouro olímpica.

Nesty nasceu em Trinidad e Tobago, mas mudou-se cedo para o Suriname e se naturalizou surinamês. Foi criado no país com pouco mais de 350.000 habitantes que possuía apenas uma piscina de 50 metros. A falta de instalações, estrutura e competições obrigou-o a se mudar para os Estados Unidos indo treinar e estudar na Universidade da Flórida.

O Suriname é um país pequeno e não tinha nenhuma tradição em Olimpíadas. Até aquela final dos 100m borboleta, o país jamais havia subido ao pódio olímpico. Até hoje, a medalha do nadador não é só o primeiro como é também, o único ouro da história surinamesa em Jogos Olímpicos.

Anthony Nesty – Foto: Reprodução/COI

Aos 21 anos Nesty chegou cotado a conquistar uma medalha em Seul. No ano anterior havia ganho o ouro nos 100m borboleta nos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis-1987. Passou a final com o terceiro melhor tempo das eliminatórias tendo a sua frente o inglês Andy Jameson e o americano, e grande favorito, Matt Biondi que fazia uma campanha espetacular em Seul.

Na final o nadador do Suriname terminou os 100m borboleta com 53s00, apenas um centésimo a frente de Biondi e novo recorde olímpico. Um resultado impressionante é uma das maiores surpresas da história dos Jogos Olímpicos e Nesty ainda fez história tornando-se o primeiro nadador negro a conquistar uma medalha de ouro na natação. A prova é uma das mais lembradas entre os fãs da natação e você pode assistir logo abaixo.

Na volta ao país, milhares de pessoas foram as ruas para cumprimentar seu herói.  Moedas foram cunhadas com sua imagem, notas de dinheiro, praças, ruas, a piscina, tudo recebeu o nome de Anthony Nesty, inclusive o avião do então Presidente da República.

Após o ouro olímpico Nesty ainda seria campeão mundial em Perth-1991 e conquistaria a medalha de bronze nos 100m borboleta nos Jogos de Barcelona-1992. Em 1994 disputou sua última competição, o Campeonato Mundial de Roma tendo sido sétimo colocado nos 100m borboleta e encerrando sua carreira aos 27 anos.

Nesty então passou a ser treinador na Universidade da Flórida. Ao longo da carreira, também assumiu vários cargos de treinador em seu país e liderou a equipe na cerimônia de abertura dos Jogos de Pequim-2008. Nos Estados Unidos trabalhou com vários nadadores, entre eles os brasileiros Gabriel Mangabeira e Joanna Maranhão.

Anthony Nesty foi imortalizado no Hall da Fama da Natação Internacional em 1998 e hoje aos 52 anos é visto no Suriname como o maior atleta da história do país.

Tags

Anthony Nesty Jogos Olímpicos natacao Seul-1988 Suriname

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas