Felipe França

Felipe França - Foto: Satiro Sodré/SSPress
Felipe França - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Felipe França - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Felipe França - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Nascimento: 14/05/1987

Altura: 1,85m

Peso: 92 kg

País: Brasil

Revelado pela natação em Suzano, sua cidade natal, Felipe França despontou para o cenário nacional defendendo o Esporte Clube Pinheiros a partir da categoria júnior. Em 2007 conseguiu seu primeiro título brasileiro absoluto e no ano seguinte atingiu o índice olímpico dos 100m peito, porém, nos Jogos de Pequim-2008 não conseguiu passar das eliminatórias.

Entre 2009 e 2016 viveu a melhor fase de sua carreira. Em 2009 foi ao pódio pela primeira vez em Campeonatos Mundiais de piscina longa ganhando a medalha de prata nos 50m peito. Meses antes havia batido o recorde mundial da prova no Troféu Maria Lenk no Rio de Janeiro que lhe rendeu inclusive uma placa de homenagem que esta fixada no Parque Aquático Maria Lenk.

Dois anos depois enfim conquistou o sonhado título mundial nos 50m peito em Xangai-2011, mas nos Jogos Olímpicos de Londres mais uma vez não conseguiu chegar a final dos 100m peito, parando nas semifinais. Neste período também acumulou medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011 e Toronto-2015 e nos Campeonatos Pan-Pacífico de Irvine-2010 e Gold Coast-2014.

Em 2014 teve o melhor ano da carreira ao conquistar cinco medalhas de ouro no Campeonato Mundial de piscina curta de Doha. Suas vitórias nos 50m e 100m peito, quando bateu dois recordes de campeonato, foram incontestáveis e lhe valeram créditos de ser considerado como um dos melhores nadadores do mundo em piscina de 25 metros. Em Doha foi o nadador mais medalhado de todo o evento.

Após bater na trave duas vezes conseguiu finalmente nadou sua primeira final olímpica nos Jogos do Rio-2016. Após ter batido o recorde sul-americano na semifinal, França piorou um pouco seu tempo na decisão e terminou a prova na sétima colocação. Ainda nadou as eliminatórias do revezamento 4x100m medley, ajudando o Brasil a chegar a final onde foi substituído por João Gomes Jr.

Em 2017 trocou de clube e de treinador e em 2018 tornou-se pai. Ao mesmo tempo perdeu espaço na seleção brasileira devido a grande concorrência, mas continua sendo um dos mais competitivos do país nas provas de 50m e 100m peito. Atualmente busca repetir os bons resultados do passado para tentar chegar a sua quarta Olimpíada em Tóquio-2020.

 

Resultados

Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
50m

29/07/2009

peito

Roma, Itália

26.76
RS
Roma, Itália 29/07/2009 RS
50m

27/07/2011

peito

Xangai, China

27.01
Xangai, China 27/07/2011
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
100m

16/12/2010

peito

Dubai, EAU

57.39
Dubai, EAU 16/12/2010
50m

19/12/2010

peito

Dubai, EAU

25.95
CR
Dubai, EAU 19/12/2010 CR
4x100m

19/12/2010

medley

Dubai, EAU

3:23.12
RS
Dubai, EAU 19/12/2010 RS
4x50m

03/12/2014

medley

Doha, Catar

1:30.51
WR CR RS
Doha, Catar 03/12/2014 WR CR RS
4x50m

03/12/2014

medley misto

Doha, Catar

1:37.26
CR
Doha, Catar 03/12/2014 CR
100m

04/12/2014

peito

Doha, Catar

56.29
CR
Doha, Catar 04/12/2014 CR
50m

07/12/2014

peito

Doha, Catar

25.63
CR RS
Doha, Catar 07/12/2014 CR RS
4X100m

07/12/2014

medley

Doha, Catar

3:21.14
RS
Doha, Catar 07/12/2014 RS
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
100m

16/10/2011

peito

Guadalajara, México

1:00.34
Guadalajara, México 16/10/2011
4x100m

21/10/2011

medley

Guadalajara, México

3:34.58
Guadalajara, México 21/10/2011
100m

17/07/2015

peito

Toronto, Canadá

59.21
CR
Toronto, Canadá 17/07/2015 CR
4X100m

18/07/2015

medley

Toronto, Canadá

3:32.68
CR
Toronto, Canadá 18/07/2015 CR
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
50m

20/08/2014

peito

Irvine, EUA

27.26
CR
Irvine, EUA 20/08/2014 CR
100m

22/08/2014

peito

Gold Coast, Austrália

59.62
Gold Coast, Austrália 22/08/2014