João Gomes Júnior

João Gomes Júnior - Satiro Sodré/SSPress/CBDA
João Gomes Júnior - Satiro Sodré/SSPress/CBDA

João Gomes Júnior - Satiro Sodré/SSPress/CBDA

João Gomes Júnior - Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nascimento: 21/01/1986

Altura: 1,90m

Peso: 89 kg

País: Brasil

Natural de Vitória, João Gomes Júnior demorou para estourar na natação competitiva. No início da carreira chegou a trabalhar como garçom e salva-vidas na praia para conseguir manter o treinamento e o sonho de tornar-se um atleta de alto rendimento. Em 2008 começou a se destacar e integrar o talentoso grupo de peitistas brasileiros que já contava com Felipe França, Henrique Barbosa, Felipe Lima e Eduardo Fischer.

No ano seguinte chegou pela primeira vez a seleção principal disputando o Campeonato Mundial de Roma onde foi finalista nos 50m peito. Continuou duelando contra França, Barbosa e Lima por um lugar na seleção olímpica, mas ficou fora do time olímpico de Londres-2012. No Mundial de piscina curta de Doha-2014 foi flagrado com a substância hidroclorotiazida e teve suas medalhas e resultados anulados, além de suspenso por seis meses.

Após voltar da punição por doping finalmente conseguiu se classificar para uma Olimpíada. No Rio-2016 conquistou o melhor desempenho individual do Brasil na competição: um quinto lugar nos 100m peito e foi sexto colocado com o revezamento o 4x100m medley. No Mundial de Budapeste conquistou o resultado mais expressivo da carreira ao sagrar-se vice-campeão mundial nos 50m peito.

Sua boa fase nas piscinas continuou em 2018, quando firmou-se como o principal nadador de peito do Brasil. No Campeonato Pan-Pacífico em Tóquio, conquistou a medalha de bronze nos 100m peito. No fim daquela temporada ainda foi finalista nos 50m peito no Campeonato Mundial de piscina curta de Hangzhou.

No Mundial de Gwangju-2019 protagonizou ao lado de Felipe Lima o primeiro pódio de dois brasileiros numa mesma prova em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos, ganhando o bronze e seu amigo a prata. Hoje luta principalmente contra Lima pela vaga no revezamento 4x100m medley, já classificado aos Jogos Olímpicos de Tóquio e potencial finalista.

Em 2019 aos 33 anos realizou um de seus grandes sonhos: disputar uma edição dos Jogos Pan-Americanos. Em Lima, não só disputou o primeiro Pan como conquistou a medalha de ouro nos 100m peito e também com o revezamento 4x100m medley misto, após a desclassificação da equipe americana, e a medalha prata com o 4x100m medley masculino.

 

Resultados

Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
50m

26/07/2017

peito

Budapeste, Hungria

26.52
AM RS
Budapeste, Hungria 26/07/2017 AM RS
50m

24/07/2019

peito

Gwangju, Coreia do Sul

26.69
Gwangju, Coreia do Sul 24/07/2019
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
100m

06/08/2019

peito

Lima, Peru

59.51
Lima, Peru 06/08/2019
4x100m

08/08/2019

medley misto

Lima, Peru

3:48.61
Lima, Peru 08/08/2019
4x100m

10/08/2019

medley

Lima, Peru

3:30.98
Lima, Peru 10/08/2019
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
100m

09/08/2018

peito

Tóquio, Japão

59.60
Tóquio, Japão 09/08/2018
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
100m

16/08/2011

peito

Shenzhen, China

1:00.78
Shenzhen, China 16/08/2011
50m

17/08/2011

peito

Shenzhen, China

27.60
Shenzhen, China 17/08/2011
Medalha Prova Estilo Tempo Local Data  
100m

26/03/2010

peito

Medellín, Colômbia

1:03.82
Medellín, Colômbia 26/03/2010
50m

27/03/2010

peito

Medellín, Colômbia

28.06
Medellín, Colômbia 27/03/2010