Atletas do Desafio Speedo 40 enfrentam primeira prova no mar

A estreia em provas de águas abertas será no próximo final de semana em São Sebastião em etapa válida pelo Circuito Maratona Aquática

29/08/2018 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter

Os 40 atletas do Desafio Speedo 40, uma ação especial da marca em celebração a suas quatro décadas de atividade no Brasil, farão suas estreias em provas de águas abertas neste final de semana. A prova escolhida para o primeiro desafio dos nadadores acontece neste domingo (02) na VIII Etapa do Circuito Maratona Aquática, em São Sebastião.

O Desafio tem o intuito de fazer 40 atletas, sejam eles já nadadores ou não, a se prepararem  para realizar pela primeira vez a Travessia Fuga das Ilhas, de 1,5 km, no litoral norte de São Paulo. A prova, que será realizada em dezembro é uma das mais bonitas e aguardadas do calendário nacional e sempre reúne muitos amantes das águas abertas. Como forma de treinamento para essa prova, os participantes do desafio irão enfrentar pela primeira vez uma prova no mar, mas em uma distância menor, de 800 metros.

“Essa primeira prova teste será um desafio para mim. Eu nunca nadei no mar e aprendi a nadar praticamente em fevereiro. Não sei exatamente o que me aguarda, se o mar vai estar frio, se vai estar agitado, então será um grande desafio. Os treinos estão sendo bastante intensos e acredito que esteja preparado. Vou me desafiar para ver qual será meu tempo e como irei reagir. Sentindo essa primeira prova vou saber qual vai ser meu estado físico e emocional para as próximas provas e para a grande prova em dezembro e o quanto vou ter que intensificar mais a preparação para chegar bem na Fuga das Ilhas. O sentimento é de gratidão pela galera da Speedo e pelo pessoal dos treinos. Agora é ver no que vai dar”, disse Felippe Luque, um dos participantes do Desafio.

Felippe Luque é um dos participantes do Desafio Speedo 40 – Foto: Speedo Multisport/Reprodução

Os atletas, que estão sendo guiados pelos chamados “anjos”, estão ansiosos para a prova que é organizada pela Associação Aquática. “Minha expectativa é de fechar um ciclo de superação e esforço. Será a primeira prova que faço no mar e vai traduzir um monte coisas. Venho de um histórico de câncer de mama, me tratei e a natação sempre fez parte desse histórico da busca pela cura. O nadar no mar sempre me ajudou. Com essa prova vou poder traduzir tudo isso. Estou muito feliz por estar com o pessoal da Speedo. A evolução nos treinos é fantástica, você tem o apoio dos anjos, que te passam toda a segurança e ter todo esse respaldo é uma alegria. Só tenho agradecer e minha expectativa é a de acabar bem a prova como um dever cumprido e querer não parar nunca mais de fazer travessias na vida”, disse Daniela Durr, também participante do Desafio.

Daniela Durr também é uma das participantes do Desafio Speedo 40 – Foto: Arquivo pessoal

Harry Finger, ultramaratonista e um dos anjos do Desafio acredita no bom desempenho dos atletas. “Como a gente pode ver nos treinos presenciais e pela planilha de treinos que eles estão seguindo, eles estão preparados sim. Um mais outros menos, mas a expectativa é que todos consigam fazer. Alguns anjos devem acompanhar e  observei nos treinos que todos estão fazendo as metragens”, comenta.

Harry ainda completa com algumas dicas para o dia da prova: “A dica que eu dou é que eles observem as referencias aéreas e de boias para ajudar na navegação. Se estiverem cansados nadarem um pouco de peito, por mais que acredite que não seja necessário, já que estarão preparados. O fato de eles saberem que sabem nadar e terem isso na consciência também vai fazer com que não tenham tanto medo de concluir uma prova”, contou o ultramaratonista.

No dia 25 de outubro e no dia e 25 de novembro os atletas irão enfrentar  mais outros dois desafios antes da Fuga das Ilhas. Mais informações sobre o Desafio Speedo 40 pode ser acompanhado AQUI. 

Tags

Águas abertas Circuito Maratona Aquática Desafio Speedo 40 natacao Speedo

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas