Belgrado-1973: o primeiro Mundial de Esportes Aquáticos

26/01/2017

Facebook Twitter

Jim Montgomery levou cinco ouros no primeiro Mundial – Foto:  Reprodução

Entre os dias 23 e 30 de julho acontecerão na piscina do Dagály Budapest Aquatics Complex, em Budapeste, as provas de natação do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos. São esperados na capital da Hungria a presença de aproximadamente 2,5 mil aletas das seis modalidades aquáticas (natação, águas abertas, nado sincronizado, polo aquático, saltos ornamentais e high diving). Esta será a 17ª edição do Mundial que começou há 44 anos reunindo apenas 686 atletas de 47 países.

Belgrado, a então capital da Iugoslávia, sediou entre os dias 31 de agosto e 9 de setembro de 1973 a primeira edição do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos da Fina. O evento fazia parte dos planos da entidade que buscava realizar um torneio de porte mundial para fazerem os atletas competirem mais durante o intervalo entre uma Olimpíada e outra. Na edição inaugural tivemos provas de natação, saltos ornamentais e nado sincronizado, além de jogos do polo aquático masculino.

A nadadora alemã Kornelia Enders - Foto: Getty Images

A nadadora alemã Kornelia Enders – Foto: Getty Images

Na natação repetiu o cronograma olímpico da época, que não tinha a prova dos 50m livre, dos 50m estilos, dos 800m livre para homens e dos 1500m livre para mulheres. A grande rivalidade foi entre os Estados Unidos e a Alemanha Oriental, que duelaram braçada a braçada pelo topo do quadro de medalhas. Na natação a Alemanha Oriental levou a melhor, tendo um ouro a mais 12 a 11. No quadro geral somando as demais modalidades, vitória americana por 15 a 13. O domínio foi tão grande que a Austrália, grande potência da natação internacional, faturou apenas um ouro com Stephen Holland que bateu o recorde mundial nos 1500m livre.

No masculino Jim Montgomery foi o grande nome do evento ganhando cinco medalhas de ouro nos 100m e 200m livre, 4x100m medley, 4x100m e 4x200m livre. Outro grande nome foi o alemão oriental Roland Matthes com dois ouros nos 100m e 200m costas, batendo nesta última o recorde mundial. No feminino a Alemanha Oriental dominou. Kornelia Ender foi a mais laureada com quatro medalhas de ouro e uma de prata. Ao todo as alemãs orientais triunfaram em dez das 14 provas do programa feminino.

Rômulo Arantes foi finalista em Belgrado - Foto: Reprodução

Rômulo Arantes foi finalista em Belgrado – Foto: Reprodução

O Brasil também marcou presença no primeiro Mundial de Esportes Aquáticos, mas não subiu ao pódio. O país chegou a três finais tendo o melhor resultado com o 4x100m livre que terminou em quinto lugar. Os melhores desempenhos individuais vieram com Ruy Oliveira, que bateu o recorde de campeonato nas eliminatórias dos 100m livre e chegou em oitavo lugar na final e com Rômulo Arantes, que foi o sétimo colocado nos 100m costas.

Ao todo o Mundial registrou ainda 13 recordes mundiais e tornou-se um evento bem visto pelos nadadores e confederações, crescendo de edição em edição. Em julho teremos mais um capítulo dessa história que começou em 1973.

Por Guilherme Freitas

Tags

Belgrado-1973 Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos curiosidades Mundial natacao