Brasil Amarelo vence o Rei e Rainha do Mar 2017

10/12/2017

Facebook Twitter

Salve Poliana Okimoto, Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo e Fernando Ponte a nova realeza dos mares!

O quarteto do Brasil Amarelo foi o grande campeão da edição 2017 do Desafio Elite Rei e Rainha do Mar que aconteceu neste domingo no Posto 5 da Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. A equipe brasileira confirmou o favoritismo e fez a festa na praia olímpica. Uma vitória ainda mais especial por se tratar da despedida oficial de Poliana Okimoto da natação competitiva. Medalhista olímpica no Rio-2016, Poliana teve o privilégio de se despedir do esporte no mesmo local onde conquistou sua maior glória.

Vista da Praia de Copacabana - Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Vista da Praia de Copacabana – Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

A prova foi bastante intensa e cheia de emoções. Cada nadador daria duas voltas de 400m, totalizando oito voltas no circuito montando em Copacabana. Na primeira volta Leonardo de Deus saiu forte e estava abrindo boa vantagem para os demais, porém, acabou perdendo a liderança para Fernando Ponte que esteve em sua cola o tempo todo. Mais experiente nas águas abertas, Fernando aproveitou o momento de transição da água para areia para pular na frente e fechar a primeira volta na liderança. Na segunda volta a disputa se resumiu novamente aos dois times brasileiros com Viviane Jungblut e Poliana Okimoto disputando a liderança braçada a braçada. Viviane conseguiu recuperar a primeira colocação e deixou o Brasil Verde em vantagem. Bem atrás, as equipes da África e da Europa tentavam se aproximar dos brasileiros.

Viviane passou o bastão para Guilherme Costa que passou a ser atacado por Allan do Carmo desde o início. Primeiro brasileiro a nadar os 1500m livre abaixo dos 15 minutos, Guilherme não se intimidou com o ataque de Allan e conseguiu completar o percurso a frente. Porém, o destaque desta volta ficou para a parcial de Dario Verani que diminuiu bem a diferença dos brasileiros para o time da Europa. Com a boa performance do italiano, Esmee Vermeulen cresceu e chegou nas brasileiras Ana Marcela Cunha e Betina Lorscheitter que iam a frente. A holandesa ultrapassou as adversárias na reta final para deixar a Europa na frente na primeira parte da prova.

Nadadores largam para o Rei e Rainha do Mar - Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Nadadores largam para o Rei e Rainha do Mar – Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Na quinta volta Leo de Deus repetiu a estratégia inicial, saindo forte e nadando o mais rápido que conseguia. Especialista em piscina ele conseguiu se adaptar bem as águas de Copacabana e desta vez acertou a saída da água, abrindo boa vantagem. Viviane manteve a liderança, mas na reta final Poliana recuperou terreno e se aproximou perigosamente. A parcial de Poliana, que nadava os últimos metros de sua carreira, foi essencial para que o Brasil Amarelo não deixasse o Brasil Verde fugir. Na penúltima volta os dois times brasileiros novamente disputaram a liderança e numa chegada acirrada, com direito a chega pra lá na corrida na areia, Allan ultrapassou Guilherme e deixou o Brasil Amarelo na frente. De novo, Dario fez uma ótima parcial e aproximou os europeus dos brasileiros.

Na volta final Ana Marcela não deu chance as adversárias. Enquanto Betina e Esmee duelavam pela segunda colocação e gastavam energia, a melhor nadadora do mundo seguia tranquila na liderança. Nos últimos metros Ana Marcela acelerou o ritmo enquanto Betina conseguia finalmente superar Esmee. Porém, não dava mais tempo para a brasileira buscar sua compatriota. Ana Marcela já estava muito frente e saiu da água comemorando bastante o título do time Brasil Amarelo.

Ana Marcela completa a prova e Poliana aplaude. Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Ana Marcela completa a prova e Poliana aplaude. Foto: Satiro Sodré/SSPress/Effect Sport

Ao cruzar a linha de chegada Ana Marcela correu para o abraço para celebrar com seus companheiros de equipe. Celebrar também o excelente ano que teve, conquistando mais um título mundial e o prêmio de melhor do mundo da Fina. Allan e Fernando também celebraram o que fizeram na temporada. O primeiro pelo vice na Copa do Mundo e o segundo pelo título nacional e a estreia pela seleção brasileira. Mas sem duvida, quem mais celebrou a conquista foi Poliana Okimoto. Despedindo-se do esporte, a única mulher brasileira medalhista olímpica no esportes aquáticos teve a oportunidade de encerrar sua brilhante carreira no local onde iniciou-se nas águas abertas.

Sem dúvida, uma manhã inesquecível para a natação brasileira.

Os nadadores do Rei e Rainha do Mar - Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport

Os nadadores do Rei e Rainha do Mar – Foto: Vitor Silva/SSPress/Effect Sport

Confira abaixo a classificação final do Rei e Rainha do Mar 2017:

1. Brasil Amarelo com 30min10s (Poliana Okimoto, Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo e Fernando Ponte)

2. Brasil Verde com 30min13s (Betina Lorscheitter, Viviane Jungblut, Leonardo de Deus e Guilherme Costa)

3. Europa com 30min15s (Anna Olasz, Esmee Vermeulen, Dario Verani e Alex Studzinski)

4. África com 30min27s (Michelle Weber, Sasha-Lee Nordengen, Chad Ho e Danie Marais)

5. América com 31min23s (Samantha Arevalo, Rebecca Mann, Guillermo Bertola e Xavier Desharnais)

Parciais de cada volta:

1. Brasil Amarelo: 3min26s71 / 7min10s62 / 10min37s99 / 14min41s43 / 18min41s55 / 22min31s56 / 26min21s46

2. Brasil Verde: 3min27s99 / 7min07s84 / 10min33s02 / 14min40s84 / 18min39s49 / 22min30s02 / 26min21s49

3. Europa : 3min31s86 / 7min20s89 / 10min45s21 / 14min38s33 / 18min43s89 / 22min43s39 / 26min24s52

4. África: 3min32s27 / 7min19s08 / 10min51s64 / 14min48s89 / 18min42s45 / 22min42s02 / 26min32s64

5. América: 3min35s08 / 7min27s11 / 10min57s20 / 14min55s04 /19min14s26 /23min24s26 / 27min21s73

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Ana Marcela Cunha Fernando Ponte natacao Poliana Okimoto Rei e Rainha do Mar