Roma

Brasileiros disputam premiação do WOWSA Awards

Pedro Monteiro, Ana Marcela Cunha, Mariana Chevalier e Diogo Zoppi concorrem ao prêmio internacional de águas abertas

07/01/2021 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Foto Satiro Sodré/SSPress
Logo da WOWSA 2020 - Foto: Reprodução

Logo da WOWSA 2020 - Foto: Reprodução

Foto Satiro Sodré/SSPress

Quatro brasileiros foram indicados a edição 2020 do WOWSA Awards, premiação internacional de águas abertas promovida pelo site World Open Water Swimming Association. Pela primeira vez na história o Brasil está representado nas quatro categorias. Nesta edição os indicados do país são Pedro Monteiro como “homem do ano”, Ana Marcela Cunha como “mulher do ano”, Mariana Chevalier como “performance do ano” e Diogo Zoppi como “serviço do ano”.

A votação é online e deve ser feita através do site da WOWSA. Abaixo listamos todos os candidatos com os links diretos para votação em suas respectivas categorias. Os resultados serão divulgados em fevereiro. Lembrando que a SWIM CHANNEL venceu a categoria serviço do ano em 2012 e o ultramaratonista aquático Adherbal de Oliveira levou o prêmio ano passado como homem do ano.

 

Pedro Monteiro – Foto: Effect Sports

Pedro Monteiro: Idealizador do Rei e Rainha do Mar e CEO da Effect Sports, Pedro Monteiro é indicado ao prêmio na categoria “homem do ano” devido a realização com sucesso da edição 2020 do Rei e Rainha do Mar em Búzios, reunindo mais de 2 mil atletas e seguido todos os protocolos de saúde e segurança devido a pandemia de COVID-19. A ação foi bastante elogiada por especialistas e atletas e serviu como modelo para outros eventos de águas abertas. Para votar em Pedro Monteiro clique aqui.

 

Ana Marcela Cunha foi campeã dos 10 k no MIUS 2020 – Foto: Patrick Winkler/SWIM CHANNEL

Ana Marcela Cunha: Já classificada para os Jogos Olímpicos de Tóquio, a nadadora brasileira é indicada ao prêmio na categoria “mulher do ano” graças as suas performances na temporada. Em 2020 Ana Marcela venceu os 10 km do MIUS na Ilha da Madeira e os 10 km do Rei e Rainha do Mar em Búzios, além de ter sido vice-campeã da tradicional Travessia Capri-Nápoli e subido ao pódio em etapas da FINA Marathon Swim Series e do Campeonato Francês de águas abertas. Para votar em Ana Marcela Cunha clique aqui.

 

Mariana Chevalier após concluir a Travessia do Leme ao Pontal – Foto: Reprodução/LPSA

Mariana Chevalier: A jovem nadadora de 16 anos de idade é indicada na categoria “performance do ano” pela sua prova na Travessia do Leme ao Pontal, realizada em março deste ano. Mariana tornou-se a atleta mais jovem a nadar o percurso na costa do Rio de Janeiro em 9h42min sem auxílio de trajes de neoprene. Meses depois ela concluiu com sucesso a Travessia do Canal da Mancha, tornando-se a brasileira mais jovem a realizar o feito. Para votar em Mariana Chevalier clique aqui.

 

O nadador Diogo Zoppi – Foto: Ale Socci

Diogo Zoppi: O técnico e ultramaratonista aquático concorre na categoria “melhor serviço do ano” com seu livro Maratona Aquática: das Piscinas às Águas Abertas – O Guia Definitivo do Treinamento para Nadadores e Triatletas, lançado em 2020 e que vem registrando um sucesso em vendas. Na obra, Zoppi apresenta um verdadeiro guia sobre a modalidade e vem obtendo retorno e reconhecimento de profissionais que trabalham dentro e fora d’água. Para votar em Diogo Zoppi clique aqui.

Tags

Águas abertas Ana Marcela Cunha Diogo Zoppi Mariana Chevalier natacao Pedro Monteiro

Notícias relacionadas