Bruno Fratus: cada vez mais constante nos 50m livre

21/08/2015

Facebook Twitter

Após uma overdose de natação nos últimos meses com a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, do Campeonato Mundial de Kazan e das duas primeiras etapas da Copa do Mundo da Finaem Moscou e Paris, as atividades dentro d’água não param. Começou na última segunda-feira o Troféu José Finkel, campeonato nacional absoluto e que vem sendo realizado na novíssima piscina do Esporte Clube Pinheiros em São Paulo.

Mesmo sem a presença da sueca Sarah Sjostrom (que nadaria o evento pelo clube da casa) e de Cesar Cielo (que se recupera de uma lesão no ombro) a competição conta com boa parte da elite da natação brasileira neste período pós-grandes competições. Curiosamente, o Finkel-2015 acontece apenas uma semana depois do Mundial de Kazan e não será seletiva para os Jogos Olímpicos do Rio-2016. Uma competição que poderia ser taxada de desmotivante, mas que vem registrando resultados interessantes.

Um desses resultados aconteceu nos 50m livre masculino. Medalhista de bronze em Kazan, Bruno Fratus era o favorito disparado para a vitória. Após subir ao pódio no Pan e no Mundial, o velocista mostrou que não sentiu tanto assim o impacto de nadar duas competições internacionais. Tanto nas eliminatórias, quanto na final, Fratus completou a prova abaixo dos 22 segundos, sendo o único entre todos os participantes a conseguir isso. Nas eliminatórias ele cravou 21s99 e na final abaixou para 21s89.

 

Fratus com a medalha de ouro no Finkel - Foto: Vitor Silva/SS Press.

Fratus com a medalha de ouro no Finkel – Foto: Vitor Silva/SS Press.

 

Antes considerado mais um nome para disputar medalhas e vagas em finais de grandes competições, Fratus é hoje uma realidade. Prova disso é sua regularidade em completar os 50m livre na casa dos 21 segundos. Só neste ano foram oito vezes abaixo dos 22 segundos. Um detalhe é que em duas oportunidades ele conseguiu repetir a façanha no mesmo dia: no Troféu Maria Lenk e agora no Finkel, mostrando que tem fôlego para nadar mais rápido entre duas etapas. E na carreira já são 31 vezes abaixo dos 21 segundos. Bruno Fratus, um nome candidato cada vez mais forte para subir no pódio olímpico ano que vem.

Além de Fratus o Finkel-2015 vem registrando alguns bons desempenhos individuais. Podemos destacar os tempos de Andreas Mickosz nos 200m peito (2min11s65) e Henrique Martins nos 100m borboleta (52s32) que nadaram abaixo do índice olímpico nas respectivas provas e chegarão motivados para melhorar ainda mais no Open; as performances de Manuella Lyrio e Nicolas Oliveira nos 200m livre e a vitória na base da raça de Gabriel Ogawa nos 400m medley, fechando a prova com excelentes 57s86. O Finkel termina no próximo sábado e até lá mais resultados positivos poderão acontecer.

Por Guilherme Freitas

Tags

Bruno Fratus natacao Pinheiros Troféu José Finkel