Cameron McEvoy ameaça recorde mundial de Cesar Cielo

11/04/2016

Facebook Twitter

Uma das provas mais aguardadas da seletiva australiana registrou um dos melhores tempos da história. Nos 100m livre masculino Cameron McEvoy venceu a prova com o expressivo tempo de 47s04, nada mais, nada menos, que a melhor marca da história sem auxílio dos trajes tecnológicos. O tempo do australiano é ainda o terceiro mais veloz da história apenas atrás dos dois únicos homens a completarem a distância abaixo dos 47 segundos: Alain Bernard com 46s94 e Cesar Cielo, que detém desde o Campeonato Mundial de Roma o recorde mundial com 46s91.

McEvoy dominou a prova de ponta a ponta, tendo uma saída perfeita e abrindo muita distância aos demais no decorrer da prova (assista ao vídeo abaixo). O resultado além de colocá-lo como favorito a medalha de ouro nos Jogos do Rio-2016 lhe deixa a apenas 13 centésimos do recorde mundial de Cielo. Em tempo, o jovem Kyle Chalmers superou o recorde mundial júnior que pertencia a Matheus Santana desde 2014 ao nadar para 48s03. Uma motivação a mais para os velocistas brasileiros que disputam a partir de sexta o Troféu Maria Lenk.

Por Guilherme Freitas

Tags

100m livre Cameron McEvoy Jogos Olímpicos Rio-2016 seletiva australiana