Canal da Catalina cancela todas as tentativas de 2020

Estreito, conhecido como um dos mais desafiadores do mundo, fica nos Estados Unidos e tem cerca de 36 km de percurso

10/06/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Mapa da Ilha de Catalina - Foto: Reprodução/NASA
Mapa da Ilha de Catalina - Foto: Reprodução/NASA

Mapa da Ilha de Catalina - Foto: Reprodução/NASA

Mapa da Ilha de Catalina - Foto: Reprodução/NASA

A Federação da Travessia do Canal de Catalina emitiu um comunicado cancelando todas as tentativas para a realização da prova em 2020 devido a pandemia do COVID-19. O desafio, que é feito no estreito de água que separa a Ilha de Catalina da costa oeste dos Estados Unidos, que tem cerca de 36 km e é conhecido por ser um dos mais desafiadores do mundo das ultramaratonas aquáticas e também por fazer parte do Desafio dos Sete Mares.

A Travessia conta com muitas particularidades, entre elas a recomendação de iniciar a prova a noite devido a presença de tubarões e muitos peixes na região. Além disso, os nadadores precisam enfrentar a água gelada, as fortes correntes e a falta de visibilidade. Segundo a entidade, a segurança e o bem-estar de todos os nadadores, equipes de apoio, equipes de barcos e observadores é prioridade.

Mapa do percurso da Travessia do Canal de Catalina – Foto: Reprodução

“Realizamos uma análise cuidadosa e concluímos que não será possível operar as travessias do Canal Catalina nesta temporada de maneira consistente com nosso compromisso com a segurança. Esta é uma decisão que nunca esperamos enfrentar, mas devemos tomar agora, para permitir que os nadadores planejem adequadamente”, publicou o Conselho de Administração da prova em seu site.

A Federação de Natação do Canal Catalina entrará em contato com todos os nadadores que já tiveram suas inscrições aprovadas para explicar os próximos passos que podem ser o adiamento ou cancelamento da prova.

Samir fez simulações noturnas visando o Canal da Catalina em 2016 – Foto: Matheus Meireles

O Conselho de Administração continuará monitorando a situação e espera retomar aos desafios do Canal Catalina em 2021. “Com a decisão do Conselho da Federação de Natação do Canal Catalina de cancelar toda a temporada de 2020, estou explorando a possibilidade e a viabilidade de nados alternativos como outras Ilhas do Canal da Califórnia e outros lugares para todo e qualquer nadador que quiser continuar seu treinamento “, disse Dan Simonelli, ultramaratonista americano da Califórnia, fundador e diretor da Open Water Swim Academy (OWSA) e membro do conselho do Canal.

Até hoje quatro brasileiros já fizeram a Travessia do Canal da Catalina. Dailza dos Santos foi a primeira em 1993 e concluiu o percurso em 14h25min43s. Em 2016 dois nadadores completaram a prova, Adherbal de Oliveira em 9h10min29s e Samir Barel que estabeleceu um recorde nacional e sul-americano de 8h35min40s. Em 2017 Luiz Pradines foi o último brasileiro a conquistar o Canal fazendo a travessia em 18h55min00s. A lista completa de todos os nadadores que já fizeram a prova pode ser vista aqui. E para mais atualizações da Federação de Natação do Canal Catalina visite o site oficial da entidade: swimcatalina.org.

Tags

Águas abertas Canal da Catalina COVID-19 natacao ultramaratona aquática

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas