CBDA proibirá trajes de competição para nadadores do mirim e petiz

13/09/2017

Facebook Twitter

A partir do ano que vem nadadores mirim não poderão usar bermuda – Foto: Liliane Yoshino/FAP

A nova diretoria da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) anunciou que irá proibir a partir do ano que vem o uso dos trajes de competição para nadadores da categoria mirim e a partir de 2019 para atletas do petiz. A medida, divulgada hoje e assinada pelo diretor de natação Renato Cordani, foi tomada pelo Conselho Técnico Nacional de Natação de Base apoiada em três pontos.

O primeiro é o preço do traje, que na grande maioria das vezes é caro e não compensa o custo benefício, já que nessa faixa etária os nadadores melhoram muito a cada vez que caem na água. O segundo motivo é cultural, pois visa passar a mensagem aos jovens atletas que quem nada mais rápido são eles e não o traje. E por fim trata-se de um incentivo para os nadadores chegarem mais motivados a usar o traje na categoria infantil.

Nadadores não poderão mais usar trajes de competição - Foto: Liliane Yoshino/FAP

Nadadores não poderão mais usar trajes de competição – Foto: Liliane Yoshino/FAP

Ações semelhantes já foram tomadas em outros países como Austrália e Estados Unidos. A medida não permitirá a utilização de materiais de compressão ou similares a traje de alta performance. Apenas sungas e maiôs serão liberados para uso. A CBDA irá em breve formalizar a decisão e emitir um documento oficial que regulamentará a proibição dos trajes para atletas dessas categorias que correspondem dos 9 a 12 anos de idade.

A medida também tem como objetivo alavancar o número de nadadores nas categorias de base. Como os trajes tem um preço de alto custo, a CBDA acredita que o veto ajudará a massificar a modalidade e trazer novos adeptos ao esporte pois todos competirão com nas mesmas condições.

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas categoria mirim categoria petiz CBDA natacao Renato Cordani