Cesar Cielo busca dar a volta por cima

04/09/2015

Facebook Twitter

O ano de 2015 dentro das piscinas não deixará saudades a Cesar Cielo. Se fora das raias o nadador e sua esposa Kelly Gisch estão felizes aguardando o nascimento de Thomas, o primeiro filho do casal, a vida do atleta dentro d’água não lhe deu motivos para comemorar. Uma lesão no ombro atrapalhou os planos do velocista durante o Campeonato Mundial de Kazan, onde não conseguiu defender seus títulos nos 50m livre e nos 50m borboleta. Além disso, também o tirou do Troféu José Finkel, disputado dias depois do Mundial. Um fato similar ao que aconteceu em 2012, quando ele teve que operar os dois joelhos e viu parte de sua temporada comprometida. Ontem, em um evento de um patrocinador ele conversou com a imprensa e revelou alguns detalhes do ano que esta tendo.

A lesão e os resultados que não vieram em Kazan deixou muita gente se perguntando como o nadador fará para se recuperar mais uma vez. Mas o que Cielo pensa sobre isso? Esta ele disposto a mudar sua preparação a 11 meses dos próximos Jogos? “Alguns detalhes precisam ser melhoradas. Não é porque estamos a um ano do Rio-2016 que tem de ter medo de fazer mudança. São para melhorar, para evoluir. Nunca tive medo, de mudar de técnico, de mudar de lugar. Não tenho receio de fazer uma mudança brusca na minha carreira, o importante é o resultado no ano que vem”, disse o velocista que afirmou que continuará trabalhando com Arilson Silva e sua equipe multidisciplinar até o Rio-2016.

Cielo é uma das maiores apostas do Brasil nos Jogos Olímpicos e sabe da pressão que enfrentará na piscina do novo Centro Aquático. Até por isso, ele já tem uma reunião agendada com a CBDA onde vai discutir seu planejamento olímpico. Por enquanto o velocista só pensa em seguir com o tratamento da lesão no ombro e estar em melhores condições para encarar o Torneio Open, evento que será disputado em dezembro, em Florianópolis, e será a primeira das duas seletivas olímpicas.

 

Cesar Cielo - Foto: Satiro Sodre/SSPress

Cesar Cielo, em busca de recuperação – Foto: Satiro Sodre/SSPress

 

O nadador sabe que obter a vaga olímpica será duro devido a evolução dos velocistas do país. Nos 50m livre Bruno Fratus foi ao pódio no Pan e no Mundial e a luta por uma vaga no revezamento promete ser acirrada com muitos atletas na casa dos 48 segundos. Além dos 50m livre, Cielo está focado em conseguir um lugar neste concorrido 4x100m livre que chegará muito bem cotado aos Jogos. “Meu foco é os 50m livre e o 4x100m. O revezamento é tão importante quanto os 50m e vou me colocar bem para nadar esta prova”, afirmou.

O tratamento da lesão e o nascimento do filho serão as grandes motivações para que Cielo continue trabalhando duro em busca de dar a volta por cima mais uma vez. Algo que não parece ser difícil, afinal é sempre bom lembrar dos anos de 2011 e 2013 quando ele superou o caso de doping e a cirurgia nos joelhos para novamente voltar a brilhar. Em 2016 o roteiro pode ser novamente igual.

Por Guilherme Freitas

Tags

50m livre Cesar Cielo natacao recuperação