Chegou a hora! Vai começar o Maria Lenk!

14/04/2016

Facebook Twitter

Tem início amanhã no Estádio Olímpico Aquático mais uma edição do Troféu Maria Lenk, o principal campeonato da natação brasileira. Porém, desta vez a competição não será só um campeonato nacional que contabiliza pontos para os clubes e sim a última seletiva para o Jogos Olímpicos que acontecerão daqui a quatro meses nesta mesma piscina, que também será evento-teste dos Jogos e contará com a presença de atletas estrangeiros.

No Torneio Open, disputado em Palhoça no fim do ano passado, 26 nadadores conseguiram nadar abaixo dos índices exigidos pela CBDA e a tendência no Maria Lenk é que esse número aumente. Há atletas próximos de atingir as tão sonhadas marcas e a dança das cadeiras em algumas provas também gerará superação por parte dos nadadores. O forte ritmo de outras seletivas pelo mundo, como na França, Austrália, Reino Unido e Japão, também dão mostras que no Maria Lenk também assistiremos a grandes performances.

Os 50m livre masculino prometem ser uma das provas mais aguardadas do programa. Tudo devido a situação do campeão olímpico e mundial Cesar Cielo, que ainda não conseguiu atingir o índice e não tem vaga na seleção brasileira. Cielo, que teve muitos problemas de lesão em 2015, precisará superar o índice de 22s27 e Ítalo Duarte, que no Open nadou para 22s08 e no momento tem a segunda vaga.

Cesar Cielo nadou apenas de manhã - Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

Cesar Cielo na luta pelo índice olímpico dos 50m livre – Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

Além dos cinquentinha, os 100m e 200m livre também prometem fortes emoções. Além das vagas na prova individual, está em jogo um lugar nos revezamentos. O 4x100m livre masculino tem quase uma dezena de candidatos a vaga na equipe que brigará por medalha e no Maria Lenk terão a companhia dos medalhistas pan-americanos Federico Gabrich e Santo Condoreli, que aumentarão o nível técnico da disputa. Já no feminino o 4x200m livre é o mais esperado. Último revezamento feminino a chegar em uma final olímpica, em Atenas-2004, o equipe tem boas chances de repetir o feito no Rio-2016 e chegar novamente a uma final.

Chances de recordes sul-americanos, índices olímpicos alcançados, o primeiro teste da nova piscina olímpica e possíveis despedidas da natação de alto rendimento serão outros atrativos do Troféu Maria Lenk. Confira abaixo a programação completa do evento que contará com transmissão ao vivo das finais no Sportv.

Joanna Maranhão vibra com seu índice olímpico - Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

Joanna Maranhão tenta uma vaga na equipe do 4x200m livre – Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA

1ª etapa, sexta-feira, dia 15/04: 400m medley masculino, 100m borboleta feminino, 400m livre masculino, 400m medley feminino e 100m peito masculino.

2ª etapa, sábado, dia 16/04: 100m costas feminino, 200m livre masculino, 100m peito feminino, 100m costas masculino e 400m livre feminino.

3ª etapa, domingo, dia 17/04: 200m livre feminino, 200m borboleta masculino e 200m medley feminino.

4ª etapa, segunda-feira, dia 18/04: 100m livre masculino, 200m borboleta feminino e 200m peito masculino.

5ª etapa, terça-feira, dia 19/04: 100m livre feminino, 200m costas masculino, 200m peito feminino e 200m medley masculino.

6ª etapa, quarta-feira, dia 20/04: 50m livre masculino, 50m livre feminino, 100m borboleta masculino, 200m costas feminino, 1500m livre masculino e 800m livre feminino.

Por Guilherme Freitas

Tags

Jogos Olímpicos Rio-2016 natacao natação brasileira seletiva olímpica Troféu Maria Lenk