Chuva de medalhas e recordes em Gwangju

Atletas brasileiros conquistam 65 medalhas no Mundial Master na Coreia do Sul, além de baterem 16 novos recordes nacionais

20/08/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Alguns dos nadadores brasileiros masters - Foto: Reprodução/ABMN

Alguns dos nadadores brasileiros masters - Foto: Reprodução/ABMN

Mais uma vez o Brasil fez bonito no Campeonato Mundial Master de Esportes Aquáticos. A competição terminou neste domingo e foi realizada na cidade sul-coreana de Gwangju, mesmo palco do Mundial absoluto que ocorreu no mês passado. Os 103 atletas brasileiros (79 nadadores e 24 jogadores de polo aquático) que estiveram na competição subiram 65 vezes ao pódio, além de estabelecerem 16 novas marcas nacionais e outras 13 sul-americanas.

A natação foi a modalidade com mais pódios: 62 ao todo. Dessas foram 23 medalhas de ouro, 15 de prata e mais 24 de bronze. E o número aumenta se considerarmos as regras especificadas da FINA para os Mundiais Masters. Além dos três primeiros lugares, a organização premia ainda do 4º ao 6º lugar com uma medalha de participação. Foram ao todo mais 44 brasileiros nestas colocações.

Djan Madruga foi o brasileiro mais premiado em Gwangju. Medalhista com o revezamento 4x200m livre nos Jogos Olímpicos de Moscou-1980, o nadador de 60 anos conquistou seis medalhas de ouro na Coreia do Sul: 200m e 400m medley (ambas com recorde sul-americano), 400m e 800m livre e 200m costas, além dos 3 km nas águas abertas. Com 5min25s75 nos 400m medley ele ainda bateu o recorde de campeonato.

Quem mais bateu marcas sul-americanas foi Cynthia Egypto Mazoni Andrade, com três novos recordes continentais na categoria 80+: 50m, 100m e 200m peito. Em todas essas distâncias ela conquistou a medalha de ouro. Cynthia ainda ganhou uma prata 50m borboleta e um bronze nos 200m medley.

Além da medalha de Djan Madruga nos 3 km na categoria 60+, o Brasil somou outro ouro nas águas abertas na categoria 55+ com Cláudia Carrapatoso. A outra medalha do país veio no polo aquático com a equipe AMPA Masters Old Fellows na categoria 55+ que ganhou a prata.

Os resultados completos podem ser encontrados no site oficial da FINA. Já a relação completa de todos os brasileiros medalhistas e recordistas podem ser conferidas no site da ABMN aqui. O próximo Campeonato Mundial Master de Esportes Aquáticos será disputado em Fukuoka, no Japão, em 2021.

Tags

Águas abertas Campeonato Mundial Master Cynthia Egypto Mazoni Andrade Djan Madruga Gwangju-2019 natacao

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas