Como estão os revezamentos não classificados para Tóquio?

Veja aqui a situação dos quatro revezamentos brasileiros ainda não qualificados para os Jogos Olímpicos do ano que vem

31/07/2020 - Alexandre Pussieldi

Facebook Twitter
Revezamento 4x100m medley misto - Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br
Revezamento 4x100m livre feminino - Foto: Katarine Monteiro/Swim Channel

Revezamento 4x100m livre feminino - Foto: Katarine Monteiro/Swim Channel

Revezamento 4x100m medley misto - Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

* Publicado originalmente na Best Swimming no dia 30 de julho de 2020

Pelas novas e ajustadas regras de classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, os revezamentos que estiverem buscando vagas na repescagem tem até o dia 31 de maio de 2021 para fazer as marcas. A FINA vai convocar os quatro melhores tempos de cada uma das provas de revezamento para completar as 16 equipes que participarão da Olimpíada no próximo ano.

O Brasil já tem classificado três dos sete revezamentos em disputa, as três provas masculinas do 4×100m livre, 4×200m livre e 4×100m medley. Veja abaixo a situação dos outros quatro revezamentos e a posição do Brasil:

Revezamento 4x200m livre – Foto: Katarine Monteiro/SWIM CHANNEL

Revezamento 4x200m livre feminino

Estão classificados pela ordem de resultado no Campeonato Mundial de Gwangju-2019: Austrália, Estados Unidos, Rússia, China, Alemanha, Canadá, Hungria, Japão, Polônia, Nova Zelândia, Hong Kong e Coreia do Sul.

Ranking da repescagem pelas quatro vagas:
1º Brasil 8min07s77
2º Cingapura 8min08s44
3º Argentina 8min15s72
4º México 8min19s97

Das equipes fortes ainda não nadaram: Suécia, Grã-Bretanha, França, Itália, Holanda, Espanha e Eslovênia.

 

Revezamento 4x100m livre feminino – Foto: Katarine Monteiro/Swim Channel

Revezamento 4x100m livre feminino

Estão classificados pela ordem de resultado no Campeonato Mundial de Gwangju-2019: Austrália, Canadá, Suécia, Estados Unidos, Japão, Holanda, China, Alemanha, Rússia, Hong Kong, República Tcheca e Polônia.

Ranking da repescagem pelas quatro vagas:
1º Brasil 3min40s39
2º Suiça 3min41s30
3º Dinamarca 3min42s20
4º Coreia do Sul 3min42s58

Entre as equipes que são fortes e ainda não nadaram: Itália, França e Espanha.

 

Revezamento 4x100m medley – Foto: Katarine Monteiro/SWIM CHANNEL

Revezamento 4x100m medley feminino

Estão classificados pela ordem de resultado no Campeonato Mundial de Gwangju-2019: Estados Unidos, Austrália, Itália, Canadá, China, Suécia, Grã-Bretanha, Japão, Alemanha, Holanda, Suíça e Rússia.

Ranking da repescagem pelas quatro vagas:
1º Coreia do Sul 4min03s38
2º Hong Kong 4min03s52
3º Polônia 4min04s27
4º Dinamarca 4min04s33
5º Brasil 4min04s96

Das equipes fortes ainda não nadaram: Finlândia, França e República Tcheca.

 

Revezamento 4x100m medley misto – Foto: Katarine Monteiro/Swim Channel

Revezamento 4x100m medley misto

Estão classificados pela ordem de resultado no Campeonato Mundial de Gwangju-2019: Estados Unidos, Austrália, Rússia, Grã-Bretanha, Canadá, Itália, Holanda, Alemanha, Belarus, Israel, Polônia e Hungria.

Ranking da repescagem pelas quatro vagas:
1º Brasil 3min48s61
2º Suiça 3min48s98
3º Dinamarca 3min49s10
4º África do Sul 3min49s90

Nadaram em Gwangju, mas foram desclassificadas com tempos melhores do que o Brasil fez: Japão e China.

País que ainda não nadou a prova: Espanha.

Tags

Alexandre Pussieldi Best Swimming Brasil Jogos Olímpicos natacao revezamentos

Alexandre Pussieldi

Editor-chefe da Best Swimming e colunista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas