Copa do Mundo da FINA chega a último etapa

Etapa acontece em Doha e terá participação de oito brasileiros, além de definir os campeões do circuito em 2019

06/11/2019 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Etiene Medeiros - Foto: FINA/Divulgação
Katinka Hosszu - Foto: Divulgação

Katinka Hosszu - Foto: Divulgação

Etiene Medeiros - Foto: FINA/Divulgação

A última etapa da Copa do Mundo da FINA tem início amanhã na cidade de Doha, no Catar e vai coroar o rei e a rainha do circuito de 2019.

Já é certo o nome do rei da temporada: o russo Vladimir Morozov que tem larga margem de vantagem para o lituano Danas Rapsys e não perde mais sua coroa. Já o título no feminino será disputada entre a australiana Cate Campbell e a húngara Katinka Hosszu.

Na última etapa do circuito, realizada em Kazan,  o russo Vladislav Grinev estabeleceu novo recorde da Copa do Mundo para a prova dos 100m livre com o bom tempo de 47s78. O outra destaque da etapa ficou com Katinka, que alcançou sua medalha de ouro de número 300 em etapas da Copas do Mundo.

O Brasil saiu com três medalhas da competição, sendo um ouro para Jhennifer Alves nos 50m peito, uma prata para Felipe Lima nos 50metros peito e um bronze para Etiene Medeiros nos 50m costas.

Vladimir Morozov em coletiva de imprensa em Doha – Foto: FINA/Divulgação

Em Doha estarão em ação vários nadadores brasileiros. Serão oito ao todo: André Pereira, Etiene Medeiros, Felipe Lima, Jhennifer Conceição, Lorrane Ferreira, Matheus Gonche, Matheus Santana e Priscilla Souza. Clique aqui para eer o start list do evento.

A Copa do Mundo teve este ano sete etapas. A etapa inicial foi em Tóquio, no Japão, seguida pelas cidades de Jinan (China), Cingapura, Budapeste (Hungria), Berlim (Alemanha), Kazan (Rússia) e agora Doha. Em todas as etapas as provas foram realizadas em piscina longa.

Na temporada passada Sarah Sjöström da Suécia e Morozov foram coroados como os melhores da temporada. O título foi confirmado após a realização etapa em Cingapura. Quem também brilhou ao longo da Copa do Mundo em 2018 foi Nicholas Santos que quebrou na etapa de Budapeste o recorde mundial nos 50m borboleta em piscina curta.

Tags

Copa do Mundo Etiene Medeiros Felipe Lima Fina Katinka Hosszu natacao

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas