Cullen Jones: um campeão que ajuda a salvar vidas

02/06/2016

Facebook Twitter

Restando 23 dias para o início da seletiva olímpica americana, muitos atletas já estão em clima de preparação final para a competição. Um deles divide os treinos na piscina em busca de uma vaga para o Rio-2016 com uma nobre ação social para crianças carentes. Trata-se de Cullen Jones, dono de quatro medalhas olímpicas. O primeiro americano negro a ganhar um ouro na natação tentar chegar a sua terceira Olimpíada e concilia esse esforço com aulas voluntárias para jovens.

Nascido no bairro do Bronx, em Nova York, Jones começou a nadar após uma experiência trágica. Aos cinco anos de idade ele visitou com a família um parque aquático na Pensilvânia e quase morreu afogado. Como não sabia nadar ele foi puxado para o fundo da piscina e só saiu da lá após ser resgatado por um salva-vidas. Certa vez ele disse que naquele momento “quase se tornou uma estatística” e que seus pais decidiram que era hora dele aprender a nadar.

Inicialmente ele passou a fazer aulas de natação como medida de segurança. A família ficou traumatizada com sua quase morte precoce e considerava que era essencial ao jovem Jones aprender a nadar. Aos poucos seu talento foi aparecendo e ele migrou para a natação competitiva, disputando competições estudantis e posteriormente defendendo a Universidade da Carolina do Norte no NCAA, o campeonato universitário americano, onde foi campeão dos 50 livre em 2006.

Cullen Jones é o atual vice-campeão olímpico dos 50m livre - Foto: Michael Sohn/AP Photo

Cullen Jones é o atual vice-campeão olímpico dos 50m livre – Foto: Michael Sohn/AP Photo

Chegou a seleção americana e tornou-se um dos principais velocistas do mundo, tendo conquistado quatro medalhas olímpicas e outras cinco em Campeonatos Mundiais da Fina. Em 2010 ele começou a participar ativamente do projeto “Make a Splash” da USA Swimming, ministrando palestras e aulas gratuitas de natação para crianças e jovens pobres. Descobrir futuros campeões é algo secundário nesse projeto. O foco é ajudar os pequenos a aprender a nadar e tentar salvar o máximo de vidas possíveis, um trabalho que Jones faz questão e participar para evitar que crianças tenham experiências traumáticas como a sua.

Hoje aos 30 anos de idade ele se prepara para tentar chegar a sua última Olimpíada. O foco são os 50m livre, prova onde é o atual vice-campeão olímpico, porém a concorrência é muito forte, assim como cavar um espaço no revezamento 4x100m livre. Mesmo se não conquistar uma vaga para o Rio-2016 Jones já escreveu seu nome na história da natação mundial e poderá dedicar maior tempo em continuar ajudando a salvar vidas.

Por Guilherme Freitas

Tags

Cullen Jones Make a Splah natacao Rio-2016 trabalho social USA Swimming