Veljko Rogosic: o primeiro atravessar a nado o Mar Adriático

Croata completou a travessia de 225 km após 50 horas e 10 minutos entrando para o Guinness Book como maior distância nadada no mar

01/04/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Veljko Rogosic - Foto: Reprodução
Veljko Rogosic - Foto: Reprodução

Veljko Rogosic - Foto: Reprodução

Veljko Rogosic - Foto: Reprodução

O croata Veljko Rogosic é uma lenda. Conhecido por ter sido a primeira pessoa a atravessar a nado o Mar Adriático, um alongado golfo entre a Itália e a região dos Bálcãs, ele ainda hoje é um dos principais nomes das águas abertas do país europeu.

De acordo com o Guinness World Records, nesta prova ele estabeleceu o recorde mundial de maior distância nadada no mar, sem auxílio de nadadeira, ao completar 225 km (139,8 milhas) em 50 horas e 10 minutos no Mar Adriático. Rogosic partiu no dia 29 de agosto da cidade italiana de Grado e chegou a Riccione, também na costa italiana, no dia 31 de agosto. A prova teve toda sua distância medida por GPS.

Além dessa travessia histórica, Rogosic tem outras ultramaratonas aquáticas no currículo. Em 2004 aos 63 anos cruzou a nado o Canal da Mancha em 11 horas e 27 minutos. No ano seguinte nadou mil quilômetros entre as cidades croatas de Savudrija a Prevlaka. Aos 67 anos, em 2008, fez outra ultramaratona nadando 171 km em pouco mais de 50 horas entre a Sicília à Tunísia.

Veljko Rogosic

Veljko Rogosic – Foto: Reprodução

Nascido em 1941 em Kaste Luksic, cidade que hoje faz parte da Croácia, Rogosic foi um nadador de piscina de especialistas em provas de fundo na então Iugoslávia, que se desmembrou na década de 1990. Ao todo venceu 142 campeonatos nacionais e competiu um total de 203 vezes por seu país em competições internacionais. Rogosic disputou duas edições dos Jogos Olímpicos Roma-1960 e o Tóquio-1964, onde não conseguiu chegar as finais dos 400m e 1500m livre. Também nadou três Jogos do Mediterrâneo em Nápoles-1963, Tunísia-1967 e Izmir-1971.

Entre suas maiores conquistas estão o estabelecimento de 51 recordes nacionais em piscina. Ele foi o capitão da seleção nacional por 15 anos e seu ranking internacional mais alto foi nos 1500m livre quando alcançou o quarto melhor tempo do mundo. Rogosic venceu ainda uma prova dos 200m borboleta em 1971 válida pela antiga versão da Copa do Mundo. Ele ainda recebeu três prêmios do Comitê Olímpico Iugoslavo durante sua carreira.

Na maratona aquática seu currículo é recheado de conquistas. Venceu a tradicional travessia Capri-Nápoles por quatro anos seguidos entre 1971 e 1974 e foi vice-campeão da Traversée internationale du lac St-Jean em 1974, além de terceiro colocado em 1975 e 1976. Naquela época esta prova canadense era uma das principais do mundo e posteriormente passou a integrar o calendário internacional da FINA.

Membro do Hall da Fama Internacional de Maratona Aquática, Rogosic foi referência para seus compatriotas pelos feitos alcançados na natação em piscina e nas águas abertas. Uma vida toda dedicada à natação que chegou ao fim após 71 anos na cidade crota de Split em 2012. Para mais informações sobre a vida de Rogosic leia mais no site Open Water Swimming clicando aqui.

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.