Desafio do Cassó

Evento realizado no litoral maranhense foi mais do que uma competição, sendo também uma grande experiência de vida

29/07/2019 - Catarina Ganzeli

Facebook Twitter
Vista aérea da Lagoa do Cassó - Foto: Reprodução
Vista aérea da Lagoa do Cassó - Foto: Reprodução

Vista aérea da Lagoa do Cassó - Foto: Reprodução

Vista aérea da Lagoa do Cassó - Foto: Reprodução

O evento do “Desafio do Cassó” com provas de 400m, 1,5 km e 5 km, que acontece no município de Primeira Cruz (MA), não se resume em apenas uma competição, mas sim em uma rica experiência, que se inicia bem antes de chegarmos até lá.

Pela primeira vez pude presenciar a realização de um congresso técnico que ocorreu em uma cidade que ficava a 3 horas do local da prova, porém, com toda a estrutura suficiente e as informações necessárias para a condução de todos os participantes até o município onde seria realizada a prova. O congresso técnico aconteceu no dia 18 de julho, quinta-feira, às 15h, em um hotel muito bem localizado em São Luís (MA), com a presença de diversas autoridades locais, que apoiaram o evento, tais como, um representante do Secretário de Esportes do Governo do Maranhão, o Prefeito de Primeira Cruz, representantes políticos locais e patrocinadores do evento.

Alexandre Nina, o idealizador e principal organizador do evento, concentrou diversas funções, para garantir que a prova fosse realizada com toda essa magia, que é o “Desafio do Cassó”, com muito cuidado, se certificando de que que tudo sairia como planejado.

Foto da Lagoa do Cassó – Foto: Kristiano Simas

Saímos na sexta-feira, 19, bem cedo, às 6h, da Nina Sports – Centro de Treinamento e seguimos de ônibus por 2h30min pela rodovia. Deixamos o asfalto e seguimos com uma frota de Toyotas 4×4, que conseguem passar pelas trilhas, até chegarmos ao município de Primeira Cruz, onde todos os participantes foram muito bem recepcionados e acomodados em pousadas com muito boa infraestrutura. Almoçamos, descansamos e fomos fazer o reconhecimento do percurso da prova, o qual já estava montado e também sendo revisado, tanto que ocorreram pequenas mudanças na véspera para deixar o percurso mais preciso. Houve uma grande interação entre todos os atletas, que deram de uma a duas voltas no percurso de 1,66 km, que somando três voltas, totalizam 5 km.

Tal disposição do percurso permitiu uma boa visibilidade durante toda a prova, onde pudemos desfrutar de todas as belezas da Lagoa do Cassó, que além de muito limpa, águas calmas e de temperatura muito agradável, possui uma fauna muito rica. Fomos acordados pela manhã pelo canto dos pássaros nativos, muitos papagaios. O fato de nesta região não haver sinal de internet, somou à nossa experiência, pois ficamos desconectados do mundo virtual e conectados com a nossa essência e com a mãe natureza, que nos abraçou e nos acolheu de uma forma incrível durante esses 3 dias.

No dia da prova o sol nos deu uma trégua, não estava tão forte como nos dias anteriores, permitindo assim, um bom desempenho aos nadadores nas águas tranquilas da Lagoa do Cassó. Vale mencionar que nesta lagoa não é permitida a utilização de barcos a motor, pois o diesel pode prejudicar e desequilibrar o ecossistema local. Sendo assim, fomos acompanhados durante todo o percurso, por uma grande quantidade de caiaques, que garantiram total segurança aos participantes, do início ao final da prova.

Nadadores durante o Congresso Técnico – Foto: Reprodução/Instagram

O grande diferencial do “Desafio do Cassó” é que todos os participantes tem a oportunidade de concluir sua prova, pois não há um tempo limite, sendo um evento inclusivo, onde o primeiro e o último colocado tem a mesma importância e relevância durante a prova. As premiações só tiveram início após a chegada do último nadador de cada distância percorrida. Lembrando aqui, que no “Desafio do Cassó” ocorreram provas nas distâncias de 400m, 1,5 km e 5 km, para todas as categorias. Todas as provas foram regidas pelas regras da FINA, inclusive as crianças participantes, já puderam passar pela experiência de bater a mão em um pórtico de chegada, o que impressionou a todos, por ver que elas realmente estavam treinadas para alcançá-lo. O esporte de alto rendimento vem sendo incentivado desde a infância, pois sabemos do poder do esporte no desenvolvimento e mudança de vida para crianças e adolescentes.

Algo muito relevante no “Desafio do Cassó” é ver a vontade e a motivação de Alexandre Nina em trazer para os atletas participantes, a concepção de que pode se ganhar dinheiro nadando, ou praticando algum esporte. As premiações no “Desafio do Cassó” para a prova de 5 km foram as seguintes:

1º colocado – US$ 1.000 / – 2 º colocado – US$ 500 / – 3º colocado – US$ 250

Alexandre Nina, faz questão de destacar e frisar estas premiações em dinheiro, para que as associações se conscientizem e sigam o seu exemplo pelo Brasil a fora. Houve também uma premiação de R$ 1.000,00 a mais, para o ganhador da prova no geral, entre os homens e mulheres, que nesta ocasião foi nadador Guilherme Toledo, do Corinthians. Tivemos uma grande participação nesta prova de 5 km, do time do Corinthians.

Nadadores participantes do desafio – Foto: Reprodução/Instagram

Resultado da prova feminina absoluto nos 5 km:

– 1ª colocada: Betina Lorscheistter do Corinthians/SP

– 2ª colocada: Júlia Diogo do Corinthians/SP

– 3ª colocada: Catarina Ganzeli da Unisanta/SP

– 4º colocada: Carol Hertel da Nina Sports/MA

– 5ª colocada: Júlia Nina da Nina Sports/MA

Resultado da prova masculina absoluto nos 5km:

– 1º colocado: Guilherme Toledo do Corinthians/SP

– 2º colocado: Bruce Hanson do Corinthians/SP

– 3º colocado: Matheus Evangelista do GNU/RS

– 4º colocado: Alonso Serida do Peru

– 5º colocado: Alonso Maguiña do Peru

Contamos com a presença de Samir Botelho Barel, grande nadador e também um dos principais técnicos do país na modalidade, nível amador, com assessoria online para atletas de maratonas aquáticas. Gostaria de ressaltar também a participação dos atletas da seleção juvenil e júnior do Peru.

O espaço destinado aos atletas contava com uma grande quantidade de frutas, água gelada e bolos caseiros, sendo compartilhada também com seus familiares. A área restrita à premiação dispunha de cadeiras para todos os expectadores. As medalhas e troféus oferecidos aos participantes chamavam a atenção, por sua beleza e qualidade.

Vista aérea da Lagoa do Casso – Foto: Reprodução

O horário da largada da prova de 5 km foi às 15h, para facilitar àquelas pessoas que não tinham disponibilidade para chegar ao local da prova no dia anterior e teriam que fazer o trajeto de São Luís até a Lagoa do Cassó , ida e volta, neste dia. Mesmo sendo a prova realizada neste horário, a temperatura da água estava agradável, em torno dos 24º C e também pudemos fazer a reserva do almoço com antecedência e com uma distância segura da largada da prova.

Após o encerramento da competição e das cerimônias de premiação, por volta das 20h, tivemos uma apresentação de música regional, forró e também DJ, onde todos os participantes puderam se divertir e confraternizar.

Na manhã seguinte tivemos um passeio maravilhoso até o município de Santo Amaro, cidade onde se dá início ao Parque dos Lençóis Maranhenses. Fomos conhecer as lindas piscinas de água doce que se formam com as águas das chuvas, com sua fauna, peixes e algas. Tais piscinas secam completamente no verão e se formam novamente no inverno, por ocorrência das chuvas. Uma paisagem verdadeiramente impressionante, que trouxe um encantamento maior ainda para a nossa viagem. Após este passeio maravilhoso, retornamos para São Luís, já com toda a nossa bagagem para iniciarmos nossa viagem de volta.

Saímos daqui com lembranças inesquecíveis, que ficarão guardadas para sempre em nossa memória e em nossos corações. Saímos do Maranhão com aquele “gostinho de quero mais”, já com aquela vontade de retornar para o Cassó assim que possível, ou talvez na próxima edição deste belíssimo evento. Quem sabe?

Tags

Águas abertas Alexandre Nina Catarina Ganzeli Desafio do Cassó natacao

Catarina Ganzeli

Nadadora da Unisanta e da seleção brasileira  especialista em ultramaratonas aquáticas

Notícias relacionadas