Desbravando o Rio Guaratuba

Quatro nadadores de águas abertas nadaram 10 km rio abaixo no último fim de semana na etapa final do projeto Viva a Aventura 2019

18/12/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Viva a Aventura no Rio Guaratuba - Foto: Reprodução/Viva a Aventura
O quarteto que nadou no Rio Guaratuba - Foto: Ricardo Augusto

O quarteto que nadou no Rio Guaratuba - Foto: Ricardo Augusto

Viva a Aventura no Rio Guaratuba - Foto: Reprodução/Viva a Aventura

No último domingo quatro nadadores se reuniram em Bertioga para disputar a etapa final do projeto Viva a Aventura 2019. O quarteto formado por Lilian e Jacques Abram, Max Forte e Ricardo Augusto desceu a nado 10 km pelo Rio Guaratuba, rio com nascente na Serra do Mar e que deságua na Praia de Guaratuba que é uma das mais conhecidas de Bertioga. Entre uma braçada e outra, uma pausa para apreciar as belezas da Mata Atlântica e curtir o momento de contato direto com a natureza.

Porém, o passeio não foi só de tranquilidade. Na primeira parte do percurso tudo correu bem, porém, na parte final a correnteza ficou contra, fazendo com que os nadadores tivessem que se adaptar as mudanças da água. Uma escola para a vida, já que algo assim que pode acontecer em qualquer prova de águas abertas. Ricardo Augusto, idealizador e organizador do projeto, afirmou que não foi fácil encarar essa correnteza do rio, opinião semelhante a Jacques que destacou também a superação do grupo de nadadores.

“O primeiro trecho foi muito tranquilo com a maré vazando e a descida a favor. Já no final da primeira hora, com quase 4 km percorridos, a maré começou a subir. Com a corrente contra, tornando principalmente a metade final mais intensa e desafiadora, exigiu-se bastante esforço. Mas tudo valeu a pena, já que no final do dia fomos todos comemorar essa aventura inesquecível”, celebra o nadador.

Nadadores em ação no Rio Guaratuba – Foto: Ricardo Augusto

Quem também teve um sentimento semelhante foi Max Forte. Amigo de longa data de Jacques, ele resolveu encarar o desafio no Rio Guaratuba após um convite do amigo e de Ricardo. “Fui um bom nadador e campeão em toda minha juventude, mas estava parado. Retornei na Volta da Ilha Vitória e até ganhei o nome da chegada, pois conclui bem aquela prova depois de uns 15 anos parado. Agora fiz minha segunda prova”, conta Max que também destacou a superação para conseguir concluir o percurso após a mudança da maré.

“Achei bem interessante e muito legal nadar 10 km num rio encrustado no meio da Mata Atlântica. O visual é fantástico e astral ótimo, mas também foi bem difícil. Por causa de um atraso para começarmos a nadar acabamos encontrando o horário da maré subindo na metade da prova. Foi desafiador para mim. Com 50 anos e relativamente pouco treino, pois tenho uma vida de executivo com muitas viagens e pouco tempo pra treinar, foi difícil. Mas valeu”, celebra Max que agora pretende se preparar para nadar ano que vem a Volta de Alcatrazes.

A touca alusiva do evento – Foto: Ricardo Augusto

Realizado em quatro locais de vasta beleza natural no litoral norte de São Paulo (Ilha Vitória, Ilha dos Gatos, Barra do Sahy e Rio Guaratuba), o projeto Viva a Aventura pretende ajudar na conscientização ambiental e incentivar contato direto com a natureza através de um clima amistoso. Não estão em jogo medalhas e troféus, já que todos os nadadores participam de passeios aquáticos para curtir as belezas naturais. Inclusive, o lema da ação é justamente “Você não ganha uma medalha de participação, vive uma experiência memorável”.

SWIM CHANNEL acompanhou todas as etapas do Viva a Aventura em 2019 e também conversou com todos os embaixadores do projeto. Para conferir as matérias especiais clique aqui. No ano que vem o projeto Viva a Aventura já confirmou seu primeiro desafio: a 4ª edição da Volta a Nado em Alcatrazes, um percurso de 7 km a ser realizado no dia 4 de abril. As inscrições podem ser feitas aqui: vivaaaventura.com.br/alcatrazes-1.

Tags

Águas abertas natacao Ricardo Augusto Rio Guaratuba Viva a Aventura

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas