Dobradinha argentina em Santa Fé-Coronda

Guillermo Bertola e Cecilia Biagioli venceram a tradicional prova de águas abertas que abriu a temporada da UltraMarathon Swim Series

05/02/2018 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Guillermo Bertola - Foto: Fina/Reprodução
Cecilia Biagioli e Guillermo Bertola com seus troféus - Foto: Fina/Reprodução

Cecilia Biagioli e Guillermo Bertola com seus troféus - Foto: Fina/Reprodução

Guillermo Bertola - Foto: Fina/Reprodução

A edição 44 da Travessia Santa Fé-Coronda terminou em festa. Afinal, a vitória na prova ficou com dois nadadores anfitriões e que foram também os mais rápidos entre todos os participantes. Guillermo Bertola, no masculino,  e Cecilia Biagioli, no feminino, são os mais novos campeões desta que é uma das provas mais longas do mundo. Com 57 km de percurso a travessia também abriu a temporada da UltraMarathon Swim Series, o circuito mundial da Federação Internacional de Natação para provas acima de 15 km. O circuito era chamado de Grand Prix até o ano passado, mas foi rebatizado pela Fina visando aumentar sua popularidade.

A Travessia Santa Fé-Coronda é um evento de muita história e tradição. Disputada pela primeira vez em 1961 com o nome “Maratona Aquática Rio Coronda”, a prova reuniu os melhores nadadores da argentinos daquela época e passou a ser realizada sempre no primeiro domingo de fevereiro. Com o passar do tempo ela ganhou fama e passou a ser disputada por outros nadadores da América do Sul. Entre as décadas de 1970 e 1980 a prova deixou de ser realizada por fatores econômicos em alguns anos, voltando definitivamente ao calendário argentino em 1990.

Com 57 km de percurso a travessia liga as cidades de Santa Fé a Coronda. Os nadadores partem do Porto de Santa Fé e literalmente descem pelo Rio Coronda até chegarem em Coronda. Em média os atletas nadam de 7 a 9 horas entre os dois pontos. Uma prova extremamente desgastante e para poucos. Até porque, na edição deste ano foram apenas 26 inscritos (15 homens e 11 mulheres), sendo que nem todos conseguiram chegar até o final.

Entre os homens a vitória foi do atual campeão do UltraMarathon Swim Series, Guillermo Bertola. Experiente e um dos melhores nadadores de águas abertas da América do Sul, Bertola tinha como melhor resultado um vice-campeonato em 2013. Neste domingo nadou muito bem tendo um ótimo ritmo do início ao fim, vencendo em 7h32min18s9 e comemorando demais a conquista . Ao seu lado no pódio dois italianos: Edoardo Stochino sem segundo e Simone Ercoli em terceiro.

Entre as mulheres a vitória foi para outro ícone da natação argentina. A experiente Cecilia Biagioli, de 33 anos, triunfou mais uma vez na famosa prova e comemorou mais uma vitória sua carreira nos eventos da Fina. A nadadora venceu com facilidade ao terminar a prova em 7h33min47s7, nove minutos a frente da italiana Bárbara Pozzobon que levou o vice-campeonato. Outra italiana, Alice Franco completou o pódio. Com o resultado Biagioli conquistou o bicampeonato (também havia vencido em 2011).

Com o resultado em Santa Fé-Coronda a dupla Bertola e Biagioli lidera o UltraMarathon Swim Series que terá sua próxima etapa no Canadá, em Lac St. Jean no mês de julho.

Tags

Águas abertas Cecilia Biagioli Fina Guillermo Bertola Travessia Santa Fé-Coronda UltraMarathon Swim Series

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas