Duelo de gigantes no Rei e Rainha do Mar

Allan do Carmo e Guilherme Costa serão os grandes destaques do Challenge de 5 km no próximo domingo

11/12/2019 - Guilherme Freitas

Facebook Twitter
Vista da Praia de Copacabana - Foto: Internet/Reprodução
Guilherme Costa vs Allan do Carmo - Foto: Reprodução

Guilherme Costa vs Allan do Carmo - Foto: Reprodução

Vista da Praia de Copacabana - Foto: Internet/Reprodução

A etapa de Copacabana do Rei e Rainha do Mar deste fim de semana terá um duelo digno dos dez anos do maior circuito de praia do país. O centro das atenções será a prova Challenge masculina que terá a distância de 5 km. De um lado o melhor fundista brasileiro em provas de piscina na atualidade, Guilherme Costa. De outro o principal nome das águas abertas do Brasil na última década, Allan do Carmo. Um duelo que promete ser bastante interessante de acompanhar devido ao ótimo momento em que passam os atletas.

Guilherme Costa vive uma excelente fase da carreira. Na semana passada ele disputou em Atlanta o US Open, o Campeonato Americano de Inverno. E foi brilhante. Três provas nadadas, três medalhas de ouro e três recordes sul-americanos nos 400m, 800m, e 1500m livre. Além das boas performances, todas as marcas o aproximaram no cronômetro dos principais nomes internacionais das provas de fundo. O que lhe deixam motivado para tentar atingir uma final olímpica em Tóquio ano que vem.

Guilherme Costa – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Já Allan do Carmo vive um momento de mudança. Este ano o nadador sentiu estar um pouco acomodado e decidiu que era hora de mudar de ares. Trocou sua cidade natal Salvador e seu técnico de longa data Rogério Arapiraca pelo Rio de Janeiro e agora esta trabalhando com Fernando Possenti. Após a mudança, Allan obteve bons resultados em competições de águas abertas como o título na Travessia do Canal de Ilhabela e o vice-campeonato no Rio Negro Challenge que lhe dão confiança para tentar a vaga para aquela que pode ser sua terceira Olimpíada.

Será bem interessante de acompanhar essa disputa. Guilherme passa pela melhor momento técnico da carreira, mas entra como um azarão, o cara que pode surpreender. Afinal, ele vai encarar o melhor nadador de águas abertas do país há mais de dez anos e que conhece como poucos as águas de Copacabana, onde disputou os Jogos Olímpicos do Rio-2016 e ganhou uma medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2007.

Allan do Carmo – Foto: Satiro Sodré/ SSPress

Se o mar de Copacabana estiver mais flat no domingo será uma boa condição para Guilherme, afinal, ficará mais semelhante a piscina onde ele é soberano. Foi isso que aconteceu no Campeonato Mundial de Gwangju com o alemão Florian Wellbrock ganhando os títulos mundiais nos 1500m livre e nos 10 km aproveitando-se do mar flat. Agora se o mar estiver mais mexido e com correntes, o beneficiado é Allan que nada muito bem nestas condições e tem muito mais experiência que o Cachorrão em situações como essas.

Pela vivência nas águas abertas, Allan é o grande favorito para vencer este desafio. Porém, o Cachorrão vem motivado e empolgado para este duelo. Guilherme fez questão de voltar a tempo dos Estados Unidos para poder nadar em Copacabana e encarar Allan.

E para vocês, quem leva essa?

Tags

Águas abertas Allan do Carmo Guilherme Costa natacao Rei e Rainha do Mar

Guilherme Freitas

Jornalista sênior da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas