Duelo EUA x Europa promete fortes emoções

10/12/2015

Facebook Twitter

Amanhã começa mais uma edição do The Duel in The Pool, competição no formato de duelo que opõe a seleção americana e um combinado europeu na cidade de Indianápolis, nos Estados Unidos. A dinâmica do evento é simples: quatro nadadores de cada equipe disputam provas individuais, além dos revezamentos. A equipe que somar mais pontos é a campeã. Disputado de dois em dois anos o duelo já viu até recorde mundial em edições passadas.

A primeira edição aconteceu em 2003 e reuniu as duas maiores potências da natação mundial: os Estados Unidos e a Austrália. Nas seguintes em 2005 e 2007 novamente americanos e australianos estiveram frente a frente com vitória ianque em todos os certames. Vale relembrar que na primeira edição Michael Phelps bateu o recorde mundial nos 400m medley e em 2007 Libby Trickett abriu o revezamento misto aussie (como são conhecidos os australianos) e tornou-se a primeira mulher a nadar os 100m livre abaixo dos 53 segundos.

O evento passou em 2009 a ser um duelo entre os Estados Unidos e um combinado europeu, após a Austrália abrir mão da disputa. Desde então os americanos somam três triunfos (2009, 2011 e 2013). Se o Team USA venceu sem dificuldades as duas primeiras edições o resultado do último encontro foi apertadíssimo. Apenas um ponto separou a seleção americana do time europeu. E este ano a expectativa é que teremos uma disputa bem acirrada mais uma vez.

 

Katinka Hosszu - Foto: Don Feria/Getty Images)

Katinka Hosszu – Foto: Don Feria/Getty Images)

 

Com a ausência os fenômenos Michael Phelps e Katie Ledecky a seleção americana sem dúvida perde força. Mas, ainda assim terá um excelente plantel com nomes como Ryan Lochte, Missy Franklin, Nathan Adrian e Simone Manuel. Por outro lado, a Europa também tem alguns desfalques como Florent Manaudou e Sarah Sjöström, mas leva a Indianápolis atletas que medalharam no Campeonato Europeu de piscina curta da semana passada como Daniel Gyurta, Ranomi Kromowidjojo e Laszlo Cseh. O time europeu ainda vai contar com dois atletas que bateram recordes mundiais em Netanya: Katinka Hosszu e Gregorio Paltrinieri.

Fica difícil apontar um favorito com tantos nomes de expressão. Os americanos nadam em casa de olho em manter a hegemonia, já os europeus vêm com um time forte e de olho na oportunidade de quebrar o tabu e conquistar o The Duel in Pool pela primeira vez. A competição começa nesta sexta e pode ser acompanhada no site da USA Swimming, clicando aqui.

Façam suas apostas!

Por Guilherme Freitas

Tags

Desafio Estados Unidos Europa Indianápolis The Duel in The Pool