Roma

Equipes amazonenses completam a Travessia do Leme ao Pontal

As duas equipes de revezamento completaram no último sábado (8) a ultramaratona aquática de 35 km no Rio de Janeiro

10/09/2018 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Foto: Satiro Sodré/SSPress

Foto: Satiro Sodré/SSPress

Duas equipes de revezamento de Manaus se aventuraram e completaram o Desafio do Leme ao Pontal no último sábado (8), no Rio de Janeiro. As equipes Bodó Ticado e Jaraqui Elétrico formados por seis nadadores cada nadaram os 35 km de uma das provas mais desafiadoras e bonitas do Brasil. As equipes têm nomes dos peixes nobres da região do Amazonas. O Bodó é um dos peixes de água doce mais ricos da região norte e o Jaraqui um dos mais saborosos.

O “Bodó Ticado”, da Aquática Amazonas, formado por Nilson Monteiro, Marcelo Fonseca, Elthon Picanço, Giussepe Moroni, Jucimar Brito e Vitor Gadelha completou a prova em 8h23min, estabelecendo novo recorde na modalidade revezamento masculino com neoprene batendo a marca do time Nautilus 60 Mais.

As duas equipes amazonenses – Foto: Divulgação

“Fazendo história nadando o Desafio do Leme ao Pontal em 2016 na modalidade solo e em 2018 em revezamento, sendo o segundo atleta a ter feito as duas modalidades. Só tenho a agradecer a equipe pela oportunidade e todos que me apoiam nos demais desafios”, contou Vitor Gadelha, membro da equipe recordista.

A equipe “Jaraqui Elétrico”, composta por Dissica Calderaro, Daniel Damasceno, Yuri Sasai, José Airton, Rogério Airoldi e Cíntia Airoldi, completou a prova em 9h37.

Vitor Gadelha já nadou a prova duas vezes – Foto: Arquivo pessoal

A ultramaratona do Leme ao Pontal pode ser considerada uma das mais desafiadoras do país. A largada, que acontece sempre de madrugada, faz com que os atletas percorram a maioria do trajeto a noite. A navegação noturna e a longa distância costumam ser um dos obstáculos para eles que precisam estar muito preparados para a prova. A largada das equipes do Amazonas, por exemplo,  aconteceu às 00h04.

Para mais informações sobre o feito das equipes na Travessia do Leme ao Pontal, clique AQUI.

Tags

Águas abertas natacao Rio de Janeiro Travessia do Leme ao Pontal Vitor Gadelha

Notícias relacionadas