Espanhol tentará nadar 50 km as cegas

Alberto Lorente nadará em prol da Associação de Integração de Pessoas com Deficiência com um óculos que simula cegueira

09/10/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Alberto Lorente - Foto: Reprodução
Alberto Lorente - Foto: Reprodução

Alberto Lorente - Foto: Reprodução

Alberto Lorente - Foto: Reprodução

Existe um recorde de natação para cegos registrado em 1999 totalizando 46 km e Lorente espera superá-lo. “Logicamente, não vamos em linha reta, então a distância pode variar. Se conseguirmos contornar o Mar Menor, vamos implantar um novo recorde , frisou. O desafio começará amanhã por volta das 17h30, na Praia de Molino de San Pedro del Pinatar com chegada prevista para a Esplanada de Barnuevo, em San Javier, às 13h de domingo.

“Vou nadar em busca de referências, levantando a cabeça e tendo um bom grupo de pessoas em caiaque para me guiar. Não nos importamos em fazer duas horas a mais ou a menos porque o importante é dar uma volta completa”, disse Lorente, que explica que será a primeira vez que ele nada no Mar Menor, embora 15 dias atrás tenha visitado a área para se encontrar com os responsáveis ​​de Aidemar e treinar na lagoa salgada.

Desafio de Alberto Lorente – Foto: Reprodução

Embora o desafio tenha sua própria dificuldade, devido ao desgaste físico que acarreta, o espanhol queria adicionar um pouco mais de dificuldade. “Não me preocupava em nadar durante o dia ou à noite, por isso escolhemos uma boa hora de saída e uma boa hora de chegada para dar visibilidade”, disse o nadador.

A Associação deseja destinar o dinheiro arrecadado para a construção de uma quadra esportiva em seu centro de San Pedro del Pinatar. “No local que as oficinas de jardinagem têm agora, eles gostariam de construir uma quadra de esportes para as crianças”, conclui o ultramaratonista.

Essa será mais uma aventura de Lorente nadando por horas, além do recorde na piscina de esteira. Um ano atrás, ele já havia nadado 61 km em águas abertas para um projeto de combate ao câncer infantil e também passou 24 horas na água em um pequeno lago em San José de la Rinconada, na região de Sevilha também para arrecadar verbas para causas beneficente. Conheça mais a história de Alberto, clicando aqui e para acompanhar os desafios do atleta, siga suas redes sociais aqui.

Tags

Alberto Lorente curiosidades natacao

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas