Fernando Ponte faz história nos 5 km em Budapeste

15/07/2017

Facebook Twitter

Fernando com seu técnico Kiko Klaser – Foto: CBDA

A meia maratona aquática de 5 km masculina foi o pontapé inicial das águas abertas no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste-2017. 62 nadadores se alinharam no pórtico de partida no Lago Balaton em Balatonfüred para a primeira das sete provas da modalidade nesta primeira semana de eventos na Hungria. Foram duas voltas de 2,5 km no circuito montado pela Fina em uma prova marcada pelo equilíbrio, duras disputas por posição e que terminou com a vitória do único medalhista olímpico na água, o francês Marc-Antoine Olivier. Porém, o grande resultado dos 5 km foi o quinto lugar de Fernando Ponte.

O jovem nadador do Grêmio Náutico União fez sua estreia em Mundiais de águas abertas. Em Foz do Iguaçu, que foi etapa do Campeonato Brasileiro e seletiva para Budapeste-2017, ele já havia surpreendido ao bater Allan do Carmo nos 10 km e conseguir se classificar para duas provas (5km e 10 km) no Mundial. Hoje em Balatonfüred o gaúcho não sentiu o peso da estreia e fez uma boa prova, crescendo ao longo do percurso. De acordo com os dados da Fina ele fechou a primeira volta em 19º lugar e apertou o ritmo na reta final da prova.

Fernando superou Samuel de Bona e é o melhor da história nos 5 km - Foto: Satiro Sodre/SSPress.

Fernando (a esquerda) superou Samuel de Bona (a direita) e é o melhor da história nos 5 km – Foto: Satiro Sodre/SSPress

O brasileiro forçou no final para alcançar um lugar no pódio e terminou com o tempo de 54min47s10 tocando no pórtico de chegada na quinta colocação geral, resultado histórico para a natação brasileira de águas abertas por dois motivos. Trata-se do melhor desempenho de um nadador do país nesta prova em Mundiais. Antes o feito pertencia a Samuel de Bona que em Barcelona-2013 terminou a prova na sexta colocação. O outro é que o resultado de Fernando iguala o quinto posto de Allan do Carmo nos 25 km no Mundial de Barcelona que era até hoje o melhor resultado de um brasileiro em Mundiais.

“Me senti muito bem durante a prova e fico feliz de ter terminado entre os dez primeiros colocados que era o meu objetivo aqui nesta prova. No fim o ritmo apertou no final, mas eu consegui me posicionar bem. Agora vou curtir o resultado e descansar porque na terça tenho os 10 km pela frente”, disse o nadador a imprensa brasileira ao fim da prova em Balatonfüred.

Fernando no momento da chegada - Foto: CBDA

Fernando no momento da chegada – Foto: CBDA

Fernando ficou a exatos cinco segundos da medalha de bronze e chegou no meio do bolo de nadadores que disputava acirradamente o terceiro lugar. Essa disputa pela medalha foi marcada por muito contato físico entre os atletas e foi acompanhada com atenção pela arbitragem. Melhor para o britânico Timoty Shuttleworth que conseguiu se desgarrar um pouco para garantir o bronze com 54min42s10.

Se muita gente lutava pelo bronze a disputa pelo ouro se resumiu na reta final a dois nadadores. O francês Marc-Antoine Olivier esteve durante toda a prova entre os líderes. Na primeira volta ele passou junto com o compatriota Logan Fontaine e o húngaro Kristof Rasovskzy que inflamado pela torcida local começou em um ritmo muito forte. Porém, os dois logo cansaram e foram ultrapassados por Olivier que apertou o ritmo na abertura da segunda volta e começou a abrir vantagem. Por volta dos 40 minutos de prova o italiano Mario Sanzullo cresceu e começou a se aproximar do francês que se defendeu bem para garantir seu primeiro título mundial em 54min31s40. Sanzullo foi prata com 54min32s10. Clique aqui para ver o resultado completo.

O francês Olivier venceu os 5 km - Foto: Reprodução/Twitter

O francês Olivier venceu os 5 km – Foto: Reprodução/Twitter

O Brasil ainda teve Victor Colonese na disputa dos 5 km e o nadador baiano não conseguiu se aproximar dos pelotões dos líderes durante a prova e foi o 40º colocado com 55min46s30. Terceiro colocado no Rio-2016, Olivier começa sua campanha em Budapeste com o pé-direito ao conquistar seu primeiro pódio em Mundiais. O francês é um dos favoritos a vitória nos 10 km onde vai reencontrar o campeão olímpico Ferry Weertman. Animado pela ótima estreia Fernando Ponte tem uma motivação extra para poder também lutar por medalhas nesta prova que acontece na próxima terça-feira. Allan do Carmo, que também encara os 25 km neste Mundial, será o outro brasileiro na prova.

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Budapeste-2017 Campeonato Mundial Fernando Ponte Marc-Antoine Olivier Victor Colonese