FINA aumenta suspensão de Gabriel Santos

Pena passa de oito meses para um ano; com isso velocista está fora da seletiva olímpica e consequentemente de Tóquio-2020

22/07/2019 - Alexandre Pussieldi

Facebook Twitter
Gabriel Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Gabriel Santos - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

* Publicado originalmente na Best Swimming no dia 22 de julho de 2019

A FINA publicou somente hoje a decisão referente ao Painel de Doping do caso de Gabriel Santos que foi analisado na sexta-feira. Inicialmente, a decisão da entidade era a suspensão por oito meses e a a punição iria até janeiro. Hoje, na publicação, em boletim com a informação de “REVISADO”, a punição é anunciada de um ano iniciando no dia 19 de julho de 2019 até 20 de julho de 2020.

Ainda no documento publicado é informado a possibilidade de apelação junto ao Tribunal da Corte Suprema TAS/CAS. Na sexta-feira, após a decisão inicial de suspensão por oito meses, a defesa do nadador falava em não apelar, agora, com a suspensão deixando Gabriel de fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio a decisão inicial está sendo revista.

Gabriel Santos – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Gabriel Santos apresentou resultado analítico adverso para a presença do esteróide anabólico Clostebol em teste surpresa no dia 20 de maio. No Painel de Doping, ficou verificado que Gabriel teve uma contaminação involuntária evidenciada pelos fatos apresentados e a quantidade da substância identificada no exame. Entretanto, o nadador será punido pela negligência. A punição de um ano de suspensão para negligência é padrão e estabelecida pelo Código da WADA.

Clique aqui para ver o boletim divulgado hoje pelo Painel de Doping da FINA

Tags

Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos doping Fina Gabriel Santos natacao WADA

Alexandre Pussieldi

Editor-chefe da Best Swimming e colunista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas