Fina elege os melhores atletas do mundo em 2016

05/12/2016

Facebook Twitter

Acabou a espera. A Federação Internacional de Natação (Fina) anunciou ontem os vencedores do prêmio de melhores atletas das modalidades aquáticas em 2016. A cerimônia aconteceu no Ceasar’s Hotel , palco da 4ª edição do Congresso Internacional da entidade, na cidade de Windsor, onde tem início amanhã o Campeonato Mundial de piscina curta. O “Soirée des Etoiles” é um evento onde os atletas premiados recebem suas honras, discursam para o público e participam de um jantar de gala. Para premiar os atletas das seis modalidades aquáticas, a entidade utilzia uma tabela de pontos com critérios já estabelecidos. Na natação a campanha nos Jogos Olímpicos do Rio-2016 fez a diferença.

No masculino não haviam muitas dúvidas sobre a consagração de Michael Phelps. O maior atleta olímpico da história já havia sido eleito pela tradicional revista americana Swimming World como o melhor do ano e sua performance no Rio-2016 fez toda a diferença. Foram seis medalhas, sendo cinco de ouro. Nenhum atleta de todas as modalidades subiu tantas vezes ao pódio no Rio de Janeiro. Outro feito de destaque foi sua vitória nos 200m medley, tornando-se o primeiro nadador a vencer uma prova quatro vezes consecutivas. Outro nome que também teve méritos para receber o prêmio era o britânico Adam Peaty, que acabou levando o prêmio de melhor performance do ano devido sua avassaladora prova de 100m peito no Rio-2016, quando estabeleceu o novo recorde mundial de 57s13.

Katinka Hosszu tem 26 recordes nacionais - Foto: Reuters

Katinka Hosszu em 2016 ganhou quatro medalhas olímpicas – Foto: Reuters

A disputa feminina era mais disputada, embora o critério de pontuação da Fina já deixasse claro quem venceria: Katinka Hosszu. A dama de ferro foi implacável nesta temporada conquistando quatro medalhas no Rio-2016, sendo três delas de ouro. A húngara ainda destruiu o recorde mundial dos 400m medley e novamente venceu a Copa do Mundo de piscina curta com uma campanha superior ao ano passado. Katinka ainda deve ampliar seus feitos em 2016 com o Mundial de curta. Katie Ledecky, eleita pela Swimming World, recebeu o prêmio de melhor performance pelo seu desempenho no Rio-2016.

Nas águas abertas nenhuma surpresa. A dupla holandesa e campeã olímpica ficou com os prêmios deste ano. No masculino Ferry Weertman, que disputa neste fim de semana o Desafio elite Rei e Rainha do Mar, e no feminino Sharon van Rouwendaal, que nada em Windsor o Mundial de piscina curta. Seus respectivos técnicos, Marcel Wouda e Philippe Lucas, também foram premiados. Na natação os melhores treinadores foram Bob Bowman e Shane Tusup.

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Ferry Weertman Fina Katinka Hosszu Michael Phelps natacao prêmio Fina Sharon van Rouwendaal