Final da ISL começa nesta sexta em Las Vegas

Superfinal da nova liga internacional terá a presença de grandes estrelas da natação mundial e transmissão ao vivo do Sportv

18/12/2019 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
International Swimming League - Foto: Divulgação/ISL
International Swimming League - Foto: Alfredo Falcone/AP Photo

International Swimming League - Foto: Alfredo Falcone/AP Photo

International Swimming League - Foto: Divulgação/ISL

A partir de sexta-feira (20) será realizada a Super Final da International Swimming League (ISL) em Las Vegas, nos Estados Unidos. A competição, que teve seis etapas classificatórias, reunirá as quatro melhores equipes do torneio: LA Current, Cali Condors, Energy Standard e London Roars até sábado (21).

Com o objetivo de dar maior visibilidade a modalidade e aos nadadores através de uma liga mundial com grande premiação em dinheiro, a ISL obteve bastante sucesso de público e audiência, sendo transmitida ao vivo por canais de televisão no mundo todo, inclusive no Brasil através do Sportv. A ISL vai premiar ainda o MVP da temporada, o melhor nadador das etapas, com o valor de US$ 50 mil.

O Grand Finale da ISL em Las Vegas – Foto: ISL/Reprodução

Grandes nomes da natação mundial estarão presente na piscina em Las Vegas. Os Cali Condors por exemplo, apostam tudo em sua grande estrela Caeleb Dressel. O time também conta ainda com Lilly King,  que venceu todas as competições em que participou nesta temporada. No London Roar as principais estrelas são Adam Peaty e Cate Campbell, além dos brasileiros Guilherme Guido e Vinicius Lanza.

No time do Energy Standard os principais nadadores são Florent Manaudou, Chad Le Clos, Daiya Seto e Sarah Sjöström. Por fim, na equipe do LA Current, os americanos Nathan Adrian, Ryan Murphy e Chase Kalisz são os principais nomes para essa final. A brasileira Jhennifer Alves também está no time. Cada time é formado por 12 homens e 12 mulheres que que somam pontos nas provas individuais e nos revezamentos ao longo das seis etapas de classificação.

Nas regras da competição, cada prova pode contar com dois atletas da mesma equipe. O primeiro round conta com oitos nadadores, depois restam os quatro melhores e na última prova apenas os dois melhores somam pontos.

As etapas foram realizadas em Indianópolis (Estados Unidos), Nápoles (Itália), em Lewisville (Estados Unidos), Budapeste (Hungria), College Park (Estados Unidos) e  Londres (Reino Unido). Ao todo mais de 100 nadadores de diferentes nacionalidades participaram desta primeira edição da International Swimming League.

Florent Manaudou e Caeleb Dressel – Foto: Iuri Federici/La Presse

Sarah Sjöström do Energy Standard foi quem mais faturou até agora no ISL. A sueca somou mais de US$ 40 mil em premiação. Este valor não inclui o que cada uma das oito equipes paga aos seus atletas, que variam de US$ 5 mil a US$ 25 mil por nadador. Isso não inclui o valor de contratação que cada uma das oito equipes paga aos seus atletas. Estes valores variam entre US$ 5 a 25 mil por nadador e é de responsabilidade de cada um dos managers a contratação e escolha dos atletas.

A ISL está vendendo pacotes VIP para quem quiser assistir a competição com algumas “regalias”. No pacote “gold”, que sai por US$ 8 mil para dois adultos, inclui visita aos bastidores e até tour de helicóptero pela cidade americana. Estão a venda também o pacote “Silver” por US$ 4 mil e o “Bronze” por US$ 2 mil.

Veja mais detalhes sobre isso aqui. A Super Final será transmitida pelo Sportv e os horários serão definidos em breve pela emissora. Para mais detalhes acesse o site da ISL: isl.global/.

Tags

International Swimming League ISL Las Vegas natacao

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas