França: os classificados e as escolhas para o Rio

05/04/2016

Facebook Twitter

O que se falava sobre os índices olímpicos estabelecidos pela França se concretizou na seletiva nacional: poucos alcançaram as difíceis marcas estipuladas pela federação de natação do país, bastante abaixo dos tempos definidos pela FINA. Assim, sobrou ao head coach dos bleus, Jacques Lefavre, a responsabilidade de definir os atletas, através de seus resultados, que irão compor o time que vem ao Brasil para os Jogos em agosto.

Sem grandes problemas, Florent Manaudou carimbou o passaporte mais esperado para o Rio nos 50m livre (21s42) – o que não fez nos 100m. Jérémy Stravius manteve a performance do Golden Tour e venceu três provas: 100m e 200m livre e 100m borboleta, com as melhores marcas de sua vida, e índice no primeiro (47s97). Camille Lacourt, no 100m costas (52s95) e Clément Mignon, também nos 100m livre (48s01) fecham a lista de atletas que conseguiram índice individualmente. Pelas suas marcas, Manaudou e Mehdy Metella podem compor o revezamento 4×100 livre ao lado dos primeiros, enquanto o 4×200 teria Stravius, Jordan Pothain, Yannick Agnel (atual campeão olímpico e surpresa por não ter conseguido o índice) e Lorys Bourelly.

A nadadora Coralie Balmy - Foto: Reprodução

A nadadora Coralie Balmy – Foto: Reprodução

No feminino, como esperado, a situação é ainda pior: apenas duas nadadoras alcançaram as marcas estabelecidas pela França. Depois de críticas, de que pareciam satisfeitas em nadarem apenas semifinais no Mundial de Kazan, as francesas tiveram o duro teste de alcançar barreiras de tempo que as colocaria, em teoria, em uma final olímpica. Charlotte Bonnet conseguiu a vaga nos 200m livre (1min56s32), enquanto Coralie Balmy fez o tempo nos 400m (4min05s38). O 4x100m feminino deve ter, além de Bonnet, Béryl Gastaldello, Mathilde Cini e Anna Santamans. Balmy ainda pode nadar os 200m e 800m livre, pois alcançou a marca da FINA, enquanto Bonnet pode disputar os 100m livre. No total, apenas oito atletas alcançaram os tempos definidos pela federação internacional.

Restou então a Lefravre definir quem seriam os atletas que completariam os revezamentos e se aqueles que atingiram o índice A da FINA também seriam convocados para completar o time nas provas individuais. E ele decidiu, convocando 28 nadadores para o Rio-2016. Confira alista completa abaixo:

Seis nadadores convocados para as provas individuais
Coralie Balmy nos 400m livre (200m livre*)
Charlotte Bonnet nos 200m livre (100m livre*)
Camille Lacourt nos 100m costas
Florent Manaudou nos 50m livre, 4×100m livre
Clement Mignon nos 100m livre, 4×100m livre
Jeremy Stravius nos 100m livre, 4×100m e 4×200m livre (100m borboleta e 200m livre*)

Quatro nadadores selecionados para revezamentos
Yannick Agnel nos 4×200m livre (200m livre*)
Lorys Bourelly nos 4×200m livre
Mehdy Metella nos 4×100m livre (100m borboleta*)
Jordan Pothain nos 4×200m livre (400m livre*)

O velocista Fred Bpusquet - Javier Soriano/AFP

O velocista Fred Bpusquet – Javier Soriano/AFP

Dez nadadores convocados em adição de tempos ponderados
Beryl Gastaldello nos 100m livre (100m borboleta*)
Lara Grangeon nos 400m medley (200m borboleta e 200m medley*)
Melanie Henique nos 50m livre
Fantine Lesaffre nos 400m medley (200m medley*)
Anna Santamans nos 50m livre
Marie Wattel nos 100m borboleta
Fred Bousquet nos 50m livre
Jordan Coelho nos 200m borboleta
Nicolas D’Oriano nos 1500m livre
Damien Joly nos 1500m livre

Oito nadadores para completar os revezamentos
Fabien Gilot nos 4×100m livre
William Meynard nos 4×100m livre
Theo Bussiere nos 4×100m medley
Gregory Mallet nos 4×200m livre
Mathilde Cini nos 4×100m livre
Fanny Deberghes nos 4×100m medley
Margaux Fabre nos 4×200m livre
Cloe Hache nos 4×200m livre

* Nadadores que atingiram o índice A da FINA em provas individuais

Por Mayra Siqueira

Tags

França índice olímpico Jogos Olímpicos natacao Rio-2016 seletiva francesa