Gustavo Borges: conectando o universo aquático

01/09/2017

Facebook Twitter

Esta sendo realizada em São Paulo mais uma edição da IHRSA, a maior feira fitness para gestores e coordenadores de academia de toda a América Latin. Um dos stands mais procurados pelo visitantes é o da Metodologia Gustavo Borges. Marca conceituada no segmento da natação, a empresa este ano apresenta uma plataforma 100% digital idealizada para todos os clientes da metodologia que digitaliza o processo e acompanhamento pedagógico ajudando no trabalho de coordenadores e professores.

Uma das cabeças por trás do projeto é a de Gustavo Borges. Um dos maiores ídolos do esporte nacional e criador da metodologia falou com a SWIM CHANNEL durante o evento explicando justamente sobre as particularidades da nova plataforma da MGB. Gustavo estará presente na feira conversando com profissionais do ramo e palestrando para o público presente. Nesta entrevista, além dos projetos da MGB ele também falou sobre a performance de seu filho Luiz Gustavo no último Campeonato Mundial Júnior de Indianápolis. Confira abaixo:

Gustavo Borges lança plataforma online - Foto: MGB/Divulgação

Gustavo Borges lança plataforma online – Foto: MGB/Divulgação

SWIM CHANNEL: Gustavo como será essa migração de todo o acompanhamento pedagógico da MGB para o digital? Já havia planos de fazer isso há muitos anos?

Gustavo Borges: Já vinhamos fazendo alguns testes há um tempo e ai neste último ano avançamos mais e fizemos vários acertos e ajustes necessários antes da implantação. Então trata-se de uma plataforma de gestão e educação aquática como um todo. Pensamos na plataforma como algo que desse todo o suporte e inteligência para que o gestor, professor ou coordenador tivesse menos trabalho braçal e mais trabalho de inteligência. Esta é a nossa proposta com a iniciativa Conectados na Águas.

SC: E como vai funcionar a plataforma digital? Todos os clientes e parceiros da MGB terão acesso a ela?

Gustavo: Essa plataforma é um acesso para todos os nossos clientes que atualmente são 350 entre clubes, escolas e academias. Para ter uma ideia hoje nós temos mais de 20 mil alunos em nossa plataforma e é onde foram feitos os testes. Temos em nosso acervo mais de 1 milhão de avaliações com esses alunos já que cada avaliação deles tem 50 itens e multiplicando as avaliação chegamos a um número impressionante.

Gustavo Borges participou de uma premiação no Mundial Junior de Indianápolis - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Gustavo Borges participou de uma premiação no Mundial Junior de Indianápolis – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

SC: E qual é a expectativa do número total da alunos avaliados? Acredita que a IHRSA possa ajudar a alavancar esses números?

Gustavo: Fizemos com apenas 10% de nossa base que é um número baixo. De agora até o final do ano teremos 45 mil clientes na plataforma e imaginamos que nosso mailing hoje seja de cerca de 140, 150 mil alunos. Até março do ano que vem até 100% da nossa base estará inserida no sistema. Quanto a IHRSA esperamos que seja bastante positiva para a MGB e muitos coordenadores e gestores se interessem de visitar nosso stand.

SC: Você esteve recentemente nos Estados Unidos acompanhando seu filho, Luiz Gustavo Borges no Campeonato Mundial Júnior. O que achou da participação dele e do evento?

Gustavo: Meu filho nadou bem e gostei da atuação dele. Chegou a duas finais com os revezamentos (4x100m livre e 4x100m medley) e só não foi a final dos 50m livre por apenas um centésimo. Para ele é um rica experiência e que vai agregar bagagem para a carreira dele. Quanto ao Mundial Júnior em si, achei que foi um belo evento e me chamou a atenção como a cada edição ele fica mais importante e encarado com seriedade pela garotada.

Luiz Gustavo Borges nadou bem o Mundial Junior de Indianápolis - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Luiz Gustavo Borges nadou bem o Mundial Junior de Indianápolis – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

SC: Com relação a seu filho como está a preparação dele para estudar, nadar e viver nos Estados Unidos?

Gustavo: O Luiz já esta nos Estados Unidos e começa em breve a faculdade de administração ou economia em Michigan. E ele esta muito feliz com essa nova fase. Lá ele vai treinar com o Mike Bottom e acredito que terá uma grande evolução até porque a equipe e a Universidade são excelentes. É um novo ciclo não só para ele, mas para vários outros brasileiros estão chegando por lá.

Por Guilherme Freitas

Tags

academias CBDA entrevista Gustavo Borges IHRSA Luiz Gustavo Borges Metodologia Gustavo Borges natacao