Haverá público nos Jogos Olímpicos de Tóquio?

Yoshiro Mori, presidente do Comitê Organizador de Tóquio-2020, afirmou que decisão sobre assunto sai em setembro

24/07/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Medalhas dos Jogos de Tóquio - Foto: Reprodução/COI

Medalhas dos Jogos de Tóquio - Foto: Reprodução/COI

O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Yoshiro Mori, deu uma declaração nesta semana rejeitando a possibilitando de sediar os Jogos de Tóquio sem espectadores. “Não devemos fazer com que os espectadores passem por momentos difíceis. Eventos esportivos são empolgantes por todo o país”, disse Mori em entrevista ao jornal Kyodo News.

Ele deu a declaração depois que o  presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, apresentou na semana passada a possibilidade de reduzir o número de espectadores para assistir aos Jogos. Ele complementou ainda dizendo que os comentários  foram feitos “assumindo o pior cenário possível”, mesmo admitindo que  opções como essa terão poderão ser consideradas caso a pandemia não for contida.

Vista do Centro Aquático de Tóquio – Foto: Reprodução

Mori, ex-primeiro ministro do Japão, disse também que o comitê realizará um painel em setembro com os governos nacionais e municipais para tomar uma decisão sobre a possibilidade de cortar espectadores. Na época do atraso dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 para o ano seguinte 2021, o COI disse que 4,5 milhões de ingressos já haviam sido vendidos para os Jogos. O COI e o IPC ofereceram reembolsos aos ingressos vendidos.

Na entrevista, Mori declarou também sua preferência em realizar o revezamento da tocha olímpica conforme planejado, dizendo que as mudanças “seriam indelicadas para as regiões que deram sua cooperação”. Para o jornal local Sponichi Annex, Mori mostrou preocupação e afirmou que: “Eu rezo a Deus todos os dias para que o coronavírus simplesmente desapareça”, falou.

Yoshiro Mori – Foto: Matt Roberts/Getty Images

Os treinos dos voluntários foram adiados para uma data ainda indefinida. “Como parte dos esforços para prevenir que o coronavírus se espalhe, decidimos adiar os treinos. O comitê organizador continua trabalhando com todos os órgãos relacionados para preparar os Jogos de Tóquio de maneira segura”, comentou. A organização reafirmou que os Jogos não correm risco de serem cancelados.

Pesquisas conduzidas pela mídia japonesa na semana passada mostraram que a maioria dos entrevistados japoneses não quer que seu país sedie os Jogos em 2021. Na última semana, o Japão viu cerca de 600 novos casos por dia, um pouco abaixo do pico em abril, mas bem acima dos mínimos de maio e junho, onde o país viu menos de 50 novos casos por dia. O país tem cerca de 126,5 milhões de habitantes e 989 mortes relacionadas ao COVID-19 até agora.

Tags

Águas abertas COI COVID-19 Jogos Olímpicos natacao

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas