Homenagem aos desbravadores do mar

03/10/2016

Facebook Twitter

Os quatro atletas com seus troféus e o presidente da LPSA Renato Ribeiro- Foto: Glauce Magalhães

Aconteceu neste sábado no posto 6 da Praia de Copacabana um evento em homenagem aos quatro nadadores que já conseguiram atravessar a nado a travessia do Leme ao Pontal, um trecho de 35 km que liga estes dois pontos da cidade do Rio de Janeiro. Organizado pelo Leme to Pontal Swimming Association (LPSA) Luiz Lima, Adherbal Oliveira, Paulo Amaral e Patrícia Farias receberam troféus e certificados de reconhecimento.

Tudo começou em 2008 quando Luiz Lima resolveu homenagear Tim Maia e divulgar as águas abertas ao decidir nadar entre os dois pontos famosos do Rio de Janeiro. “Minha única intenção era transformar esta travessia do Rio tão emblemática quanto, por exemplo, a do Canal da Mancha. Ou pelo menos, muito emblemática a nível nacional. Mas a Travessia do Leme ao Pontal também pode ser muito difícil de ser concluída, porque a gente nunca sabe as condições do vento ou do mar, você pode enfrentar uma condição adversa e, por isso, pode ser muito difícil também”, conta. O atual Secretário de Alto Rendimento do Ministério dos Esportes ainda elogiou a LPSA. “Hoje a associação tem como finalidade fazer da prova a mais grandiosa possível valorizando o feito do atleta e dando segurança para o atleta, que é o mais importante”, finaliza.

Adherbal e Luiz, os primeiros a fazerem a travessia - Foto: Glauce Magalhães

Adherbal e Luiz, os primeiros a fazerem a travessia – Foto: Glauce Magalhães

O segundo atleta a concluir este percurso foi Adherbal de Oliveira. Na época ele estava treinando para encarar o Canal da Mancha e como forma de preparação resolveu simular uma prova semelhante como teste e decidiu fazer a prova Do Leme ao Pontal. Hoje atuando como secretário da LPSA afirma que pretende ajudar na massificação das águas abertas do Brasil. “Minha maior motivação é fomentar a modalidade e divulgar as belezas naturais do Rio, além de despertar o instinto de desafio dos atletas”, conta.

Terceiro atleta a cruzar a nado esta prova e também homenageado no evento, Paulo Amaral disse que as belezas naturais do Rio são um atrativo a mais para quem for encarar o desafio. “Recomendo que os atletas façam essa travessia porque além de ser desafiador para qualquer nadador é um percurso muito bonito e privilegiado, por passar por pontos belíssimos da cidade do Rio de Janeiro”, conta o nadador que não descartou no futuro fazer o trajeto em ida e volta.

Primeira e única mulher a ter realizado essa prova até hoje, Patrícia Farias afirmou que sua conquista representa a forma feminina e também que o desafio esta a alcance de qualquer pessoa que treinar e mostrar comprometimento. “Eu sempre tive esse sonho de realizar a prova e quando acompanhei a travessia do Adherbal em 2015, fui desafiada pelo meu técnico (Renato Ribeiro) a nada-la. Topei na hora e treinei muito para conseguir esse feito”, relembra a nadadora que concluiu sua prova este ano.

Patricia e Paulo fizeram suas provas este ano - Foto: Glauce Magalhães

Patricia e Paulo fizeram suas provas este ano – Foto: Glauce Magalhães

Renato Ribeiro, presidente da LPSA, afirma que o objetivo da instituição agora é ajudar no crescimento das longas provas de águas abertas no Brasil. “Espero fazer da LPSA uma grande associação no Brasil e com reconhecimento internacional como as grandes associações. Espero que essa modalidade de ultramaratona aquática cresça no Rio e no Brasil”, afirma o também técnico da equipe Navegantes que também espera ver novos atletas realizando o desafio em breve.

Para o futuro já candidatos para desbravar esta prova e fazer parte deste seleto grupo. “Ainda este ano uma equipe de revezamento da LL Gladiadores formada por Humberto César, José Getúlio, Marcelo Nissenbaum, Georges Louis Lezaun e o pioneiro Luiz Lima vai tentar em novembro ser a primeira equipe em revezamento a fazer o trajeto. Em dezembro o amazonense Vitor Gadelha também pretende fazer a travessia e uma equipe de nadadores de São Paulo estuda sua realizar a prova de revezamento”, finaliza Adherbal.

Os troféus entreguem aos nadadores - Foto: Glauce Magalhães

Os troféus entreguem aos nadadores – Foto: Glauce Magalhães

Para mais detalhes e informações acessem a página oficial do LPSA, clicando aqui.

* Colaborou com essa matéria Erika Guimarães.

Por Guilherme Freitas

Tags

Adherbal Oliveira Águas abertas Luiz Lima Patrícia Farias Paulo Amaral Travessia do Leme ao Pontal