Invasão brasileira nos Estados Unidos

17/10/2016

Facebook Twitter

Nas últimas semanas foram anunciadas algumas transferências de jovens nadadores brasileiros para as principais universidades dos Estados Unidos. Além da oportunidade única de estudar em uma grande instituição estes atletas também estarão treinando e competindo contra campeões olímpicos da natação americana como Katie Ledecky, Caeleb Dressel e Ryan Murphy. São jovens promessas que futuramente estarão integrando a seleção e que poderão contribuir em muito para a natação brasileira.

A Florida State University receberá em 2017 duas novidades para suas equipes. O time masculino ganhará o reforço de Felipe Ribeiro, de 18 anos de idade e atleta da Unisanta. Medalhista de bronze nos 100m livre no Campeonato Mundial Júnior de Cingapura-2015, Felipe chega para compor o time de velocistas da Florida States e tentar fazer a equipe voltar a ser campeã do NCAA. O último título no masculino foi em 1984 e na edição passada a equipe foi a terceira colocada.

 

Ana Giulia Zortea nadará pela Florida State - Foto: Satiro Sodré/SSPress

Ana Giulia Zortea nadará pela Florida State – Foto: Satiro Sodré/SSPress

 

No feminino a novidade é Ana Giulia Zortea, de 16 anos e que no Brasil representa o Flamengo. Entre 2015 e 2016 a jovem nadadora teve ótimos desempenhos, conquistando uma medalha de ouro no Torneio Open e chegando a seleção brasileira absoluta. Ana chega para reforça o time do sul dos Estados Unidos que não levanta a taça desde 2010. A dupla fará companhia a Manuella Andrade que já representava a equipe.

Outra equipe que terá novidades made in Brazil será Indiana. A equipe do Centro-Oeste americano, que busca seu primeiro título na versão feminina do NCAA, contará a partir de 2017 com a revelação Maria Paula Heitmann, 17 anos, do Minas Tênis Clube. A atleta chegou a ficar muito próxima dos Jogos Olímpicos do Rio-2016, mas ficou em quinto lugar no geral dos 200m livre e não conseguiu uma vaga para compor o revezamento. Em Indiana, Maria Paula vai se reencontrar com o companheiro de Minas Vinícius Lanza, que fez ano passado sua estreia no campeonato nacional universitário.

 

Maria Paula Heitmann representará a Universidade de Indiana -Foto: Satiro Sodre/SSPress

Maria Paula Heitmann representará a Universidade de Indiana -Foto: Satiro Sodre/SSPress

 

Por fim, Michigan também anunciou que terá um brasileiro em sua equipe. Na verdade, trata-se de um sobrenome bastante conhecido por lá. Luiz Gustavo Borges, filho de Gustavo Borges, nadará pela Universidade onde o pai fez história sendo campeão dez vezes do NCAA, ajudando a equipe a vencer o certame em 1995 e integrando o Hall da Fama da instituição. Aos 17 anos, Luiz Gustavo é velocista, disputa as provas de 50m e 100m livre e no Brasil representa o Pinheiros. Além de todos esses nadadores citados o NCAA de 2017 ainda terá a presença do atleta Thomaz Martins, da Arizona State University e do técnico Arthur Albiero, da Universidade de Louisville.

Por Guilherme Freitas

Tags

Ana Giulia Zortea Felipe Ribeiro Luiz Gustavo Borges Maria Paula Heitmann natação universitária NCAA Universidades americanas