Julia Sebastian e a hegemonia do nado peito

Nadadora argentina bateu na noite de ontem (17), no Troféu Brasil-Maria Lenk, o recorde sul-americano dos 200m peito

18/04/2019 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
Julia Sebastian - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Julia Sebastian - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Julia Sebastian - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Julia Sebastian - Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

A nadadora argentina Julia Sebastian foi o grande nome do segundo dia de finais do Troféu Brasil-Maria Lenk ao vencer ontem os 200m peito. Além de conquistar a medalha de ouro, Julia quebrou ainda o recorde sul-americano da distância que já era dela.

Na piscina do Parque Maria Lenk ela venceu com o tempo de 2min24s92, baixando mais de meio segundo de sua antiga marca que era de 2min25s51. O tempo ainda foi abaixo do índice exigido para os Jogos Pan-Americano deste ano e a primeira continental nesta competição.

A atleta triunfou em sua prova favorita pela sétima vez na história da competição: 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2018 e agora 2019. Dessa forma se consolidou ainda mais como uma das melhores nadadoras do estilo na América do Sul.

Aos 25 anos Julia Sebastian é um dos nomes mais fortes da natação argentina. Atualmente é detentora de seis recordes nacionais: 100m e 200m peito em piscina longa, 50m, 100m e 200m peito e 100m medley em piscina curta. Além das marcas continentais nos 200m peito em curta e longa.

Julia Sebastian – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Este é o primeiro ano de Julia vivendo e treinando na cidade de Belo Horizonte, onde defende as cores do Minas Tênis Clube. Antes ela representou a Unisanta por sete temporadas. Nos primeiros anos, vinha ao país apenas para competir nos campeonatos nacionais e em 2017 decidiu se mudar em definitivo para o Brasil. 

Natural de Santa Fé, Julia foi campeã sul-americana nos 200m peito feminino nos Jogos Sul-Americanos ano passado. Na mesma edição também foi prata nos 50m e 100m peito. Na sua carreira, a nadadora já disputou dois Campeonatos Mundiais de piscina longa (Barcelona-2013 e Kazan-2015) e três Mundiais de piscina curta (Istambul-2012, Doha-2014 e Hangzhou-2018).

A atleta ainda nada outras quatro provas neste Troféu Brasil-Maria Lenk com boas chances de vitória e recordes nos 50m e 100m peito, além dos 200 medley e do revezamento 4x100m medle do Minas TC.

Tags

Julia Sebastian natacao natação argentina recorde sul-americano Troféu Brasil Maria Lenk

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas