Livro Maratona Aquática: das piscinas às águas abertas

Diogo Zoppi, veterano da modalidade, lança conteúdo editorial voltado para treinadores, nadadores e triatletas

14/10/2020 - Katarine Monteiro

Facebook Twitter
O nadador Diogo Zoppi - Foto: Ale Socci
Livro Maratona Aquática - Foto: Diogo Zoppi

Livro Maratona Aquática - Foto: Diogo Zoppi

O nadador Diogo Zoppi - Foto: Ale Socci

Diogo Zoppi, ultramaratonista e técnico de natação, decidiu embarcar em um novo desafio. Só que desta vez é fora d’água. Nascido em Americana, o nadador de 34 anos sempre teve o sonho de disseminar a modalidade e lança agora seu primeiro livro no segmento: “Maratona Aquática: das piscinas às águas abertas”.

O livro, com 267 páginas e 15 capítulos, funciona como um guia de treinamentos para técnicos, atletas e triatletas interessados em adquirir mais conhecimento sobre as águas abertas, equilíbrio do treinamento vs overtrainig, treinamento mental, questões de nutrição do atleta, entre outros assuntos.

A ideia de escrever o livro nasceu em 2014, como um manual para treinadores e atletas que estavam migrando de treinos nas piscinas para treinos e provas em águas abertas. “Comecei a escrever o livro como forma de ajudar os atletas e os profissionais de educação física, principalmente para eles entenderem a importância de certos exercícios e o porquê deles serem tão importantes para a maratona aquática. Eu via a dificuldade dos atletas de maratona em entender o treinamento e a importância de cada um. Queria ajudar o aluno e professor também. Se você entender o porquê, você vai fazer melhor. Acredito que o conhecimento é a chave”, comentou Zoppi.

Livro Maratona Aquática – Foto: Diogo Zoppi

Além de ressaltar pontos importantes na prática da modalidade, Zoppi realça como iniciar no esporte e como realizar a transição dos treinamentos em piscinas para as águas abertas através de exercícios específicos até chegar aos treinamentos e competições de alto nível.

Filho do nadador paralímpico Tomaz Zoppi, Diogo teve o respaldo de grandes nomes das águas abertas no Brasil: os técnicos Ricardo Cintra, treinador da medalhista olímpica Poliana Okimoto, e Fernando Possenti, técnico de Allan do Carmo e Ana Marcela Cunha leram o livro antes do lançamento e aprovaram seu conteúdo.

“Iniciamos o livro com a história das águas abertas. Depois damos o passo-a-passo de como passar os treinamentos das piscinas para as águas abertas e como começar a adaptação. É um livro muito completo e acredito que seja o pioneiro no Brasil. É o primeiro livro no país totalmente dedicado às águas abertas e que ensina todo o processo, como iniciar, fazer a transição e até fazer provas extremas”, disse Zoppi.

Diogo Zoppi – Foto: Reprodução

Segundo o autor, a maratona aquática é o esporte olímpico que mais cresce no mundo e consequentemente o número de treinadores também. “A modalidade é uma das mais apaixonantes, que dá aquela sensação de pertencimento, pois todo mundo se incentiva. E o simples fato de concluir uma travessia já é motivo para incentivos, convívios e felicidade. Com o aumento dos praticantes ocorre também o aumento dos profissionais, que infelizmente não têm tanto material para estudo em português e o que existe hoje no Brasil ainda é pouco distribuído”, afirma.

Com isso, o livro de Zoppi vai além do que um incentivo à prática da modalidade. Ele apresenta uma nova solução para o conhecimento e distribuição de estudos sobre as águas abertas. “A produção científica no Brasil é escassa e eu vejo técnicos de alto nível que possuem estudos, mas que não distribuem, guardam só para eles. Todos nós deveríamos se beneficiar desse conhecimento e o material vem para agregar muito, ajudar os técnicos e tornar a modalidade menos desconhecida pelos profissionais. Essa é a minha intenção”, conta o autor.

Livro Maratona Aquática. Foto: Diogo Zoppi

Ainda sobre o livro, que está tendo um feedback positivo pelos leitores até agora, ele completa. “Ele chegou na hora certa, espero que ele estimule mais pessoas a produzirem e disponibilizarem conteúdo de qualidade para todos. Resolvi privilegiar a ultramaratona aquática porque a informação é escassa e quis dar esse espaço para a ultramaratona para ajudar a difundir ainda mais a modalidade. A ideia é que tenha várias atualizações do guia e que a cada nova edição entre ainda mais provas de ultramaratona e fotos de atletas que já finalizaram esse tipo de prova”, finalizou ele destacando provas como Travessia do Leme ao Pontal e 14 Bis.

O atleta lembra ainda que é recomendável a consulta de um médico, profissional de atividades físicas, bem como um nutricionista antes do início de qualquer atividade proposta no livro. A obra tem como colaboradoras Vanessa Pugliero, engenheira ambiental, e Amanda Pugliero, nutricionista, além de Danilo Milani Zoppi, irmão de Diogo e consultor científico do projeto.

O nadador Diogo Zoppi – Foto: Ale Socci

Entre os feitos de Zoppi estão a Travessia do Leme ao Pontal em 2018 com o tempo 10h50min e o terceiro lugar geral na Maratona Aquática 14 Bis. O atleta também possui dois projetos paralelos: o XTreme Swim e o Nadando Pelo Planeta, que realiza ações esportivas extremas em paralelo com ações socioambientais destinadas a despertar e incentivar as pessoas sobre às consequências da poluição causada pelos homens e que afetam todo o nosso planeta. Clique aqui e veja como adquirir o livro.

Tags

Águas abertas Diogo Zoppi maratona aquática natacao

Katarine Monteiro

Jornalista da SWIM CHANNEL.

Notícias relacionadas