Mais um recorde no Canal da Mancha!

06/07/2017

Facebook Twitter

A nadadora Pat Gallant-Charette – Foto: Brian Fitzgerald

Mais um recorde no Canal da Mancha. Desta vez não foi de tempo e sim de idade. Aos 66 anos, a americana Pat Gallant-Charette conclui a mais famosa travessia em águas abertas e tornou-se a mulher mais velha do mundo a realizar o percurso de 34 km que separam o norte da França do sul da Inglaterra. Um feito e tanto para esta avó de três crianças que vive em Westbrook, no estado americano do Maine.

A nadadora iniciou sua travessia partindo de Dover, na costa inglesa no último dia 18 de junho por volta das 5 horas da manhã. Ela foi acompanhada pelo filho no barco de apoio e chegou as terras francesa 18 horas após começar a nadar. Atravessar o Canal da Mancha sempre um sonho para Gallant-Charette que se preparou por muito tempo para executar esse desafio. Sarah, filha da nadadora, afirmou ao site Swim Swam que a travessia era para a mãe como conquistar um Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano.

Gallant-Charette completou a prova em 18 horas - Foto: Andrew Rice

Gallant-Charette completou a prova em 18 horas – Foto: Andrew Rice

Além da conquista no Canal da Mancha, Gallant-Charette também ostenta outros recordes de idade sendo a mulher mais velha a nadar o Canal de Catalina nos Estados Unidos, o Estreito de Tsugaru no Japão, o Canal do Norte entre a Irlanda do Norte e Escócia e o Canal de Molokai no Havaí. “Conseguir realizar esta travessia significa muito para mim. Este é o meu quinto recorde das travessias do Desafio dos Sete Mares, mas todos eles este é o mais significante para mim”, disse após o novo recorde.

Antes de Gallant-Charette o feito de nadadora mais velha a atravessar o Canal da Mancha pertencia a australiana Susan Oldham que tinha 64 anos em 2010 quando completou a prova. Porém, Oldham quer o título de volta e já esta treinando para recuperar a sua coroa. Uma prova de que a idade não é limitação para ninguém!

Por Guilherme Freitas

Tags

Águas abertas Canal da Mancha Pat Gallant-Charette recorde travessia